Pesquisar neste blogue

terça-feira, 9 de maio de 2006


A luz apagou-se.

A dor acabou.

Hoje Sálvio J. Azevedo Nora fechou os olhos pela última vez. Ou alguém lhos fechou. A dor acabou. É só o que quero pensar, que a dor acabou.

Ficará no coração de cada um, à maneira de cada um, com as marcas que deixou em tantos de nós, companheiro de estrada, serra, e vida!

Hoje, o Mundo ficou mais pobre…

Amanhã vai a enterrar (apenas o corpo, a matéria que há-de apodrecer e ser terra e vida de novo, em cada planta que há-de nascer, em cada raio de sol e brisa que nos tocará), e sai da Igreja de Matosinhos pelas 15:00Hrs de amanhã dia 10 de Maio de 2006.

Estarás sempre connosco Sálvio, e que o que nos deixaste nos ensine a viver melhor. Connosco e com os outros.

2 comentários:

Eduardo Santos disse...

Estarás sempre connosco Sálvio

Quero juntar a minha voz à de muitos que sentem que o Atletismo ficou mais pobre, com o falecimento de Sálvio Nora. Estou certo que todos que o conheceram pessoalmente partilham neste momento um profundo sentimento.

Para mim, não foi apenas a perda de um atleta, foi a perda inesperada de um GRANDE HOMEM, na sua personalidade, sempre pronto a ajudar com o seu saber e experiência. A sua calma, verdade, simplicidade e seriedade ficarão para sempre na nossa memória. Era, acima de tudo, uma excelente pessoa, muito humano e sensível, um Homem bom que viveu tão pouco tempo.

(Excerto de do texto que escrevi para a edição de Maio da Atletismo Magazine)

Eduardo Santos
(mensagem escrita às 13h04m de dia 10 de Maio)

Anónimo disse...

não cheguei a conheçer pessoalmente Sálvio Nora, com muita pena minha,mas devo dizerque
o conheçia muito bem pela sua escrita, quando ia ao Forum do Atletas.net a 1ª coisa que fazia
ia dereitinho á sua Página.
sem duvida que o Atletismo fica mais pobre.OBRIGADO AMIGO ATÉ SEMPRE.
ASP 10/05/06