Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 22 de maio de 2006


21 de Maio de 2006

Esquecermo-nos de nós…Pode acontecer pelos melhores motivos mas também pelos piores. Ou ainda pelo simples facto de nos anularmos e esquecermos que temos também direito à felicidade. À nossa. Só nossa. Mas isto leva-me também a pensar que a nossa Felicidade nunca é só nossa. Esse conceito é de uma Felicidade que não existe. Só somos felizes se conseguirmos fazer mais alguém feliz. Nem que seja por instantes.

Ao fim de longas horas a fazer e receber felicidade, paramos de repente e lembramo-nos que não almoçamos ou não jantamos. Que as horas passaram e nós por felicidade desta vez, esquecemo-nos de nós próprios, de necessidades tão básicas como a comida, ou a higiene, seguidas de uma vaidade para parecer e sentirmo-nos melhor ainda.

Pois foi o que me aconteceu este fim-de-semana. Estive bem, a fazer felicidade. A produzir como uma abelha obreira, a fabricar sorrisos e alegrias, e olhares brilhantes e vivos. Pela felicidade de todos os que me rodearam, estive eu feliz também. Estive feliz, mas… esqueci-me de mim. Estive feliz através da felicidade que me rodeou e também por mim produzida, mas e eu, eu? Tenho a sensação que me esqueci de mim.

Chama-se a isto egoísmo? Chama-se a isto felicidade forjada? Não creio…Apenas chego ao final dos dois dias, e sinto…que me esqueci de mim…Como se eu, as minhas necessidades e desejos, não tivessem importância. Chamar-se-á a isto que me aconteceu, resignação, anulação de mim própria?

Ou estarei finalmente mais perto de aprender a ser essa coisa fugidia e indefinida, qual imagem desfocada que nos escapa e foge das linhas rígidas e claras, que todos ambicionam, e que se chama ser feliz?

Vou-me deitar, e mesmo com esta vaga sensação de nada ter feito por mim, o que é um facto é que me sinto feliz, bastante feliz, e se calhar, fiz muito mais do que quando sozinha tento chegar a algum lado, numa luta desesperada e inglória, que travo desde sempre comigo própria e com o meu corpo.

2 comentários:

NK disse...

Olá Ana!

Bem vinda à blogoesfera!

Está muito fixe... só falta um link para um certo blog aqui à esquerda... ;)

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Olá Nuno!

Obrigada pela visita à minha "Casa", onde és muito bem vindo!

Link? pois...ainda estou em fase de aprendizagem e cada vez que consigo colocar um link no sítio que quero, e que fique a funcionar, faço uma festa!

Já estava nos meus planos incluir o teu Blog nos meus Links, pois já o acompanho há algum tempo, com prazer e interesse, e acho que está giro e interessante. Só tens de esperar mais um bocadinho...e desejar-me sorte - sou uma nabiça...(às vezes)