Pesquisar neste blogue

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Chamam-lhe Parque da Paz

E hoje havia. Paz.

Quando se vai treinar depois das duas horas da tarde, quando os que escolheram a manhã para se exercitar já se foram, e ainda não chegaram os da tarde, pois estarão provavelmente à mesa a almoçar como pessoas normais, o Parque da Paz é de facto um lugar que nos transmite paz, apesar de um constante e incomodativo zumbido do tráfego ao longe, mas ainda assim demasiado perto para o meu gosto.

Pois com prova amanhã, talvez não fosse propriamente recomendável ou aconselhável um treino a meio do dia de hoje. Mas como não me mexia desde domingo (20 Km Cascais) achei por bem hoje fazer alguma coisa, já que não fiz antes. E isto do recomendável e aconselhável no que a provas e treinos diz respeito depende a 100% do objectivo e da perspectiva sob a qual se mira o assunto. E em cada português há um treinador, como todos sabemos.

Por isso, aqui a treinadora ditou: Vai correr! E ela foi!

Para além das aves (patos reais, cisnes, gansos, gaivotas, melros, pombos, pardais e outras aves que desconheço o nome), encontrei apenas uma moça a caminhar. Mais nova que eu, mais baixa e completamente obesa. Caminhava a um ritmo que se poderia chamar de rápido, comparado com o meu passo de corrida lento. Lancei-lhe um olhar e sorri em jeito de cumprimento, “boa tarde”. Respondeu-me ofegante com um brilhante sorriso no meio do rosto redondo.

Admirei-a! Como eu, ali num dia cinzento, ameaçando chuva, enquanto quase todos estão a almoçar, ela e eu a lutar talvez por um objectivo vulgar e comum: sentir-se melhor, quer física quer mentalmente. Que fantasmas e sonhos guarda um corpo?

Corri durante 45 minutos apenas, mas de forma alguma uns insignificantes ou míseros 45 minutos.

Amanhã, espera-me prova na Charneca da Caparica. 2800 metros, ou coisa parecida, pois é medição não oficial, como seria de esperar em provas onde por vezes os postes eléctricos ou as tampas de esgoto no asfalto marcam a partida ou a chegada.

Até amanhã querido diário

7 comentários:

MulherDoAstronauta disse...

Ora bem Maria sorrisos em rostos redondos tenho a certeza que já viu muitos, pelos menos num célebre almoço xxl na Malveira da Serra em que eu, também de sorriso em rosto redondo estive sentada consigo na mesma mesa. Daí para cá tenho acompanhado o seu blog, agora, voltei a trabalhar em Lisboa e quase todos os dias a vejo no barco...
Também o meu corpo esconde fantasmas, mas vou tratar deles em breve, nas mãos dos médicos do Hospital S.Francisco Xavier. Depois, também vou conseguir dar umas belas corridas no PArque da Paz, que eu ADORO!!
Beijos,
Uma admiradora XXL

joaquim adelino disse...

Treinar em local bonito e ainda por cima num Parque verde compensa um certo isolamento de solidão, embora conforme afirmou com muita vida à sua volta.
Boa sorte para a prova de amanhã.
Um beijinho.

Jorge disse...

Que delicia de parque para fazer se treinar Ana, showwww, então sebo nas canelas e treine bastante...rsss...
Boa prova para vc amiga, depois nos conte como foi.
Bom final de semana.
Bjsss

JORGE CERQUEIRA

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Mulher do Astronauta: que surpresa ver-te por aqui... realmente nem fazemos ideia de quem lê as "parvoíces" que escrevemos...

Fico muito contente de te ver por aqui, e de saber que estás no bom caminho para tratares de ti. Torço para que corra tudo muito bem. E amanhã 2ª feira vou andar de cabecinha no ar, no barco a ver se te vejo pois lembro-me bem do teu rosto bonito de olhar vivo. Se me vires "perdida" sem te encontrar, chama-me. Terei muito praer em te cumprimentar e trocar umas palavrinhas.


Ao Joaquim e ao Jorge: sim, de facto o Parque da Paz é um sítio magnífico para treinar (dou-lhe uma pontuação bastante superior em relação ao circuito lá no parque na Serra de Santa Iria, Joaquim Adelino, por isso enquanto estiver por aqui tenho mesmo é de aproveitar), Obrigada pela visita e pelas palavras

Ana

José Garrido disse...

Ana , coloquei no site dos Amigos do Parque da Paz, o acesso a este blog. Bem como fiz a divulgação da sua visita ao Parque da Paz.Espero que não se importe, mas abri assim mais um veículo para a divulgação deste seu belo espaço e para mais com treino no espaço magnifico que é o Parque da Paz ficam reunidas as condições para que se junte o útil ao agradavél,útil a divulgação do Parque da Paz, como espaço de lazer, agradavél a leitura das suas crónicas e diário.Fica uma palavra para a comentadora "MulherDoAstronauta" para quê o S. Francisco Xavier se o Parque da Paz é já ali!
Um beijo Ana
José Garrido

António Nascimento disse...

Boa noite Ana,
Parabéns pelo espaço e pela dedicação ao Parque da Paz.
Como administrador do site dos APP resta-me convidar-te para te associares à nossa familia.
Até breve
António Nascimento

Susana disse...

Olá Maria!
Obrigada pelos seus comentários, tenho de conhecer esse Parque também - o Parque da Paz.
Apareça no Parque Urbano de Santa Iria, esperamos por si para treinar ou até mesmo visitar.
Tenho o privilégio de ter um grupo de treino com quem convivo imenso e adoro fazê-lo. E sim, por vezes sabe muito bem treinar sozinha também, creio que é comum a todos nós. É bom para reflectir :)
Beijinhos