Pesquisar neste blogue

domingo, 15 de julho de 2012

Férias ou A diferença que as pessoas fazem

Severamente doente e fortemente perturbada (mesmo a precisar de Férias), foi como se classificou, quando há dois dias atrás, a poucas horas de entrar de férias (está certo que são férias de só um dos seus dois empregos), se sentiu tão pouco animada que bem lá no seu íntimo, até lhe assaltou a sensação de "Não me apetece ir de férias..."

Claro que poderíamos procurar motivos, vários ou únicos, profundos ou superficiais, para esse estado se manifestar e numa análise barata se tirar conclusões sobre o que não se sabe, coisa que o ser humano faz com uma facilidade e rapidez impressionante. Mas não, deixemos as análises psicológicas, familiares, económicas e sociais, e fiquemo-nos apenas com umas férias em "part-time" de um indivíduo, cidadão nacional a viver em Portugal continental, com as expectativas e perspectivas possíveis, e que horas depois de entrar de férias já se questiona como pôde sequer ter pensado em "não lhe apetecer ir de férias"! Ridículo! Doente, só podia estar doente, de facto! Mas felizmente que o surto, assim como veio, depressa lhe passou!



Obrigada a todas as pessoas que tornaram este início de férias, bem melhor. Porque as pessoas fazem a diferença. E as pessoas somos nós e as pessoas são vocês.

Boas férias para quem for o caso e até amanhã querido diário

4 comentários:

Joana disse...

Continuação de umas óptimas férias :D

Beijinhos e tem uma óptima semana :D

Pizza disse...

WOW!
ainda bem q passou depressa
estava assustada :P
beijinhos

Corre como uma menina disse...

As férias conquistam-nos depressa... ;)

Beijinhos e boas férias!

Ana Cooks disse...

quanto ao aspirador, a vassoura ainda resolve...agora quanto à máquina de café...xiii...ninguem merece!