Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Comentário aos comentários

Eu ia responder aos comentários ao último texto, na respectiva caixa de comentários, mas quando dei por mim tinha escrito tanto que o comentário não foi aceite por excessivo número de caracteres, vulgo letras na sua maioria neste caso. E como não gosto de poupar palavras, e as quero deixar para vós, deixo aqui especialmente para quem me comentou no texto anterior, o meu próprio comentário:

Obrigada a todos pelas palavras deixadas!

Ana (anci): foste uma óptima companhia o tempo todo e também nos 30 minutos de atraso da prova. Oportunidade para conversar... foi bom :) Que se venham a repetir muitos mais momentos assim.

Horticasa: olha que daqui a um ano, vou "chamar-te" a ires comigo! Mesmo! Foi um fim-de-semana e pêras e só podias ter adorado, mas para o ano conto contigo LÁ!

Kim: ups...que embaraçoso, eu toda simpatia por aqui e depois lá nem o cumprimentei como deve ser, pela simples razão de o não reconhecer...desculpe. Bem que eu quando escrevi aquela frase "(que pena não ter visto e cumprimentado o Kim...)" me lembrei de acrescentar qualquer como "ou vi e não reconheci", juro que pensei em escrever isso mas depois achei que não, definitivamente não o tinha visto e não valeria a pena escrever tal... pois enganei-me redondamente não foi? Para a próxima, insista por favor "Sou o Kim!O Kim da Régua!" e não me deixe passar por outra igual, é que ... confesso se o voltar a ver amanhã, não sei se o vou reconhecer outra vez! E não é por mal ou indiferença, é mesmo porque tenho alguma (muita!)dificuldade em fixar rostos... desculpe mais uma vez...

Nainho: obrigada. Sim, baixar das 2 horas está perfeitamente ao alcance de qualquer um, desde que trabalhe bem para isso (e não haja azares). Para o ano ainda é cedo falarmos de planos e tempos, mas uma coisa é certa: quero lá voltar e correr a 8ª M.M.D.V., isso é certo!

Elis querida! Este ano de novo pensei bastante em ti durante a prova. Como inspiração que és.E sim,como gostaria também de partilhar contigo a Meia e o café nas margens do Douro. E... porque não? Falta um ano, se puderes e quiseres, há muito tempo para fazer poupanças e planos! Vi imensos brasileiros na prova com vossa bandeira. E de uma coisa tenho a certeza: ias adorar!

Ganfas: obrigada, mas é apenas a prova de que quem tenta e trabalha para atingir o objectivo, e sendo ele tão pouco ambicioso, como era o meu, de apenas fazer e acabar a prova bem, quem tenta e trabalha dizia eu, consegue!

Menina que corre: um dia ainda a hás-de correr, que dizes?

Afca: pois...concordo, o percurso é lindo, a paisagem arrebatadora, é verdade mas adjectivos como "o mais" ou "o melhor" ou "o maior"  não ficam bem principalmente sendo auto-elogios, mas compreende-se, é marketing... digo eu

Abílio Nunes: obrigada... fico assim "sem jeito" mas obrigada na mesma :) E claro que o "Vale tudo" foi uma frase muito infeliz, e veio-me logo à ideia se por valer tudo é que se passou o que se passou há 2 anos, mas friamente penso e creio que a frase foi apenas um momento menos bom de um animador que de uma forma geral esteve bem e cumpriu o seu papel. E quem não tem e teve já frases infelizes? Olhe, eu que escrevo para quem me quiser ler, já tive e não foram poucas... Espero que continue a aparecer, a ler e a comentar :) Gosto desta espécie de interacção com o leitor. Mentiria se dissesse que não. Gosto que opinem, concordem ou discordem, apoiem ou censurem, é sempre uma forma de reflexão e aprendizagem.

Luciana, obrigada, tenho tido tão pouco tempo para te "visitar" e comentar, e tu estás sempre aqui. Obrigada, e sim o Douro é lindo. A prova também tem caminhada, e é um belo passeio! Queres pensar nisso? Ainda alugamos daqui uma camioneta para a Régua para o ano!

Lénia querida! Pois sou uma sortuda. Lisboeta sortuda! Provas por aqui não me faltam e em relação ao nosso país estou bem localizada, posso ir correr longe mas nunca será tão longe como tu de algumas provas, estou sempre a meio caminho :) Mas quando a gente quer mesmo e quer muito, movemos montanhas, não é? E tudo bem planeado, não é impossível amiga! E é sem dúvida uma zona linda para passear em família. Uns dias de férias... eu fui à 6ª e vim à 2ª, para aproveitar mais um pouco e não ser tão cansativo.pensa nisso

Pedro, pois eu sorrio, porque encontro amigos, mesmo desconhecidos que me animam com palavras ou apenas um olhar, sorrio porque sei que encontro ali o meu pai, o meu namorado, a minha vida... mas muitas vezes sabe Deus o que vai cá dentro! Mas gosto de sorrir! E olha para o ano, conforme já referi acima, ainda vamos alugar um autocarro, que dizes? Vocês iriam adorar, não tenho dúvidas e nessa altura a Carla já estará a correr a Meia :) Certo, Carla?

Jorge Goes, obrigada por tanta atenção ao que escrevo, por tanto esmiuçar das coisas, analisando-as e aprofundando-as. Pois, sobre "A mais bela" já sabemos que é marketing, é uma imagem que se vende e se beleza é relativa, e "o mais belo" é certamente subjectivo, já dizermos que a zona é belíssima, é 100% verdade! (para mim pelo menos, lá está, a tal relatividade das coisas). Respondendo às suas questões, cá vai: Os velhos Nike foram, correram e voltaram! E parece que continuam a correr... Ando à rasca da perna mas quero acreditar que não é dos ténis mas da carga que pûs na semana que corri a Meia de Setúbal e ainda não há data prevista para a reforma dos Nike...; A t-shirt técnica: bem, eu de tecidos não percebo nada! Sou uma leiga que conhece o algodão e a fibra, que dantes se generalizava como nylon. Sei que há vários tipos de fibras, e sei que há roupa desportiva muito boa, feita de determinado tipo de fibra, que deixa o corpo respirar, que não acumula suor, que é leve, que é fresca e adaptada ao corpo, que não é propensa a criar maus odores, etc etc, e mais umas tantas características que me permitiria aceitar chamar a uma peça de roupa técnica. O que se vê na maioria das t-shirts que as provas oferecem e chamam de técnicas, a meu ver, não passam de t-shirts de nylon que favorecem o tal mau cheiro, muitas vezes até depois de lavadas e aos primeiros 30 segundos de nova corrida com elas, já cheiramos como se não nos lavássemos há uma semana e sempre com a mesma roupa. Pois a t-shirt do Douro é destas últimas (já treinei com ela). Em comparação por exemplo com a que ofereceram na Maratona do Porto em 2007, e com a qual corri esta Meia, esta a do Douro não chega aos calcanhares daquela, que pelas suas características e conforto, eu aceito chamar de técnica para a prática da corrida. E olhe que para o ano, eu vou-me lembrar do que aqui escreveu e quero-o encontrar lá! Tem é mesmo de se apresentar de forma clara e inequívoca, senão ainda acontece como com o Kim, estive a 2 palmos dele e não soube... ;)

E mais uma vez, obrigada a todos, TAMBÉM A QUEM COMENTA / COMENTOU O TEXTO ANTERIOR AO ANTERIOR, E JÁ AGORA A TODOS MESMO!

7 comentários:

elis disse...

:)

quem sabe, hein:)
é uma excelente motivação: atravessar o Atlântico pra tomar uma xícara de café com a Ana, e correr uma inteira, que eu sou gulosa:)
quem sabe...

esse comentário aos comentários ficou uma coisa muito legal!
um gesto de gentileza e carinho com os torcedores da Maria:)

mais uma vez, parabéns pela sua corrida!

um grande abraço, bem apertado!

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Elis...uma inteira temos a 9ª Maratona do Porto, não muito longe dessa mesma zona, aliás a Maratona do Porto corre praticamente todinha nas margens e na foz do Rio Douro, esse mesmo onde eu corri agora, mas uns kms mais acima.

é "já" a 28 Outubro e é a Maratona que recomendo por terras lusas! (já a corri 2 vezes e à 3ª não passou de uma tentativa e desisti ao km 30) Ainda aguardo coragem e força para fazer a minha 5ª Maratona!

podes ver detalhes aqui:

http://www.maratonadoporto.com/

Com o Rio sempre por cenário, uma margem e depois outra e regresso, é uma Maratona muito bonita e muito bem organizada!

S* disse...

Eu gosto da tua motivação, sou fã do teu esforço.

Kim disse...

Ana não tinha de pedir desculpa... Eu é que me apresentei como "Joaquim" e não como "Kim"... Mas fica prometido:se não nos encontrar-mos antes, na 8ª Meia Maratona do Douro eu vou-me apresentar convenientemente:)
Beijinho

Luciana disse...

Aluga lá o autocarro que eu vou!!!

Jorge Goes disse...

Olá Ana,

Primeiro pedir-lhe desculpa pois obriguei-a a escrever desmesuradamente!

É verdade que dou atenção ao que escreve, por várias razões, mas 2 delas saltam á vista. A primeira é porque escreve muito bem e relata as coisas com uma descrição incrível. Depois porque aquilo que escreve se encaixa na maioria das pessoas que correm. As dificuldades, as vitórias o alcançar determinado objectivo..por aí! São relatos na 1ª pessoa que podem ser qq um que a lê!
Em relação á perna poderá ser qualquer uma das situações ou ambas..mas convém ver o nível de amortecimento que ainda possuem! Não os reforme já sempre transmitem aquela confiança para as provas pois são o ultimo recurso.
Na meia de Lisboa, comprei talvez um mês antes uns todos xpto, Mizuno Wave 12 que estavam em promoção, mas no dia da prova e olhando de lado prós velhinhos Asics não hesitei e levei-os, mesmo já gasto e sujos dos treinos lá fizeram mais uma meia tranquilamente..

Sabe que a minha sorte é que acredito que a Ana, tal como não tem memória para caras espero que tb não tenha memória para se lembrar do que escrevi. E não ralhe comigo se não me vir na 8ª edição.
De qq forma há muitas provas ainda a começar pela corrida da selecção, da Auto-europa, da Ultra-maratona atlântica que vou repetir..quem sabe se não a vejo um dia destes..

Bons treinos

Jorge

Carla - http://correrevicio.blogspot.pt/ disse...

Meia?!?!? Para o ano já corro uma Maratona inteirinha, temos que pensar positivo! :-)
Claro que vamos Ana!
Tudo que seja para “laurear o pevide” eu alinho, se for para correr ainda melhor.
Beijinhos