Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Quando o rei faz anos

Não. Não foi por hoje o rei fazer anos (mas sim porque faço anos eu hoje), que me dei ao luxo de treinar a uma quinta-feira, dia da semana completamente útil, às nove da manhã, ao sol fresquinho e tímido, sem coragem de derreter a geada da noite cobrindo as ervas e a relva do Parque da Paz ainda meio adormecido, mas já rodeado de filas intermináveis de automóveis que diariamente fazem parte do inferno de se viver na vaidosa cidade, que pretensiosa finge ser mais que a aldeia parola, mas que afinal está cheia deles, de parolos dessa aldeia que é o resto de Portugal, e eu, cada vez mais ambiciono voltar à aldeia. Talvez a parola seja eu.

O Parque da Paz, em Almada, é paraíso no meio do bulício, é paz no meio da guerra, chegando-nos ainda o respirar do urbanismo à sua volta, mas satisfatoriamente longe. Se nos conseguirmos abstrair, estamos connosco. Preferimos os melros, os cisnes, os patos, os pardais, o lago, as giestas, os medronheiros, a terra molhada, os pinheiros e as raízes, um conjunto de coisas da natureza que exalam odores que inalamos com deleite.

Um treino calminho, embora a porra das subidas (ligeiras comparadas com o que me espera domingo) me deixassem sem fôlego e de rabo e pernas pesados que nem chumbo.

Mas, com a minha amiga Paula, a coisa fez-se muito bem!

É mágico o Parque da Paz. É mágica a Paula. E lá, com ela, torno-me eu um bocadinho mágica também e sem saber como, corremos em plano, subimos, descemos, repetimos os passos vezes sem conta, e acabamos com 1h38m! Isso mesmo: uma hora e trinta e oito minutos.



A Alma das coisas – Acreditar, Acreditar sempre!

As pessoas que amamos e que nos amam nunca partem completamente, nunca nos abandonam, nem sequer quando morrem. Ficam em pedaços nos corações de quem as ama e que elas amaram, e se as amamos com todo o nosso coração, conseguimos preservá-las inteiras, e senti-las!

Obrigada Paula pelo presente que foi este treino no dia dos meus anos (presente que não se vê e que não consigo traduzir em letras que formem palavras suficientemente claras para se encaixarem umas nas outras, formando frases que digam o eu sinto). Deixo as palavras e só sinto. Obrigada.


As prendas de maior valor: Nota: para os curiosos, aqui a senhora não se importa nada de dizer que atinge hoje a bonita idade de 39 anos, pois nasceu no ano de 1969, aquele em que o homem pisou o solo lunar pela 1ª vez

8 comentários:

JACKE disse...

Aninha!!!
PARABÉNS PELO SEU ANIVERSÁRIO...
Muita saúde, paz, felicidades e $$$.
Vc é muito jovem ainda e sempre vejo pelas fotos que está muito linda..
Muitos km de vida para vc..

bjs da sua amiga brasileira

JACKE

António Almeida disse...

Muitos parabéns Ana Pereira.
Votos de resto de dia (noite) feliz.
Beijinho dos 3.

António Bento disse...

Parabéns Ana
que o dia tenha sido totalmente feliz. de facto nada melhor do que inciar com uma corrida e com a Paula, que é um must.
Beijinho
ab

Anónimo disse...

Olá Ana,

Atrasado, espero que tenhas passado um dia de aniversário feliz. Eu lembro-me de ter visto a reportagem a preto e branco na TV (do homem na lua)...
Bjs
João Hébil

Tiago Pinhal disse...

Muitos parabéns e continuação de boas corridas!

Carlos disse...

Vergonha das vergonhas

Não tenho vindo ao blog e não me apercebi da data importante.

Mil perdões e parabéns atrasados

TOTO disse...

Olà Ana ;
parabéns un bon aniversario e que dure para muitos anos de vida.
boas saidas;
antonio

Lénia disse...

Oi Ana,

Muitos parabéns atrasados.

Desejo-te muita felicidade e muitos anos de vida, na companhia dos teus favoritos.

E que belas prendinhas que recebeste!!!

Já vi que correste a grande prova dos 17 kms. Cá para mim, o tempo não foi nada mau, até pelo contrário. Eu em terreno plano, faço 16 kms em 1h30, por isso tu para mim safaste-te muito bem.

Olha, este sábado é que comemorei o meu aniversário com alguns dos meus favoritos. Passado quase um mês resolvi comemorar a vida. Tento fazê-lo todos os dias, mas às vezes é difícil.

Parabéns a dobrar plo aniversário e pelo resultado.

Outra grande prendinha, foi esse treino pela manhã, bem acompanhada pela Paula. Maravilha!

Beijinhos e a gente vê-se no domingo, que aqui esta menina ainda está na corrida para os 20 kms de Cascais.

Um abraço.