Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Que é feito da Primavera? As flores nascem e os pássaros cantam é verdade. Mas eu não corro.

E tenho os pés molhados da água da chuva acumulada nas estradas, bermas e passeios. E as calças encharcadas até aos joelhos. E os ossos frios agora que a roupa me seca no corpo.

Uma molha. Há muito tempo que não apanhava uma. Mais valia ter andado a correr à chuva. Um milhão de vezes mais! Ai isso é que é verdade.
No entanto, não tenho corrido, mas fiquei molhada secando a roupa em cima do esqueleto enquanto aguardo a hora de me fazer à estrada para amanhã estar presente na Milha de Ovar.

Eu numa Milha… Espero não ficar em última e obrigar a organização a me retirar de prova dado o exagerado tempo que levarei para cortar a meta.

Não tenho velocidade nem resistência. Apenas força suficiente para lá estar e participar e vestir pela segunda vez a camisola do AFIS.

7 comentários:

Lénia disse...

Ena pá!

Uma Milha, hein?! Muito bem!

Para mim, uma Milha pode ser tão longa como uma meia. É daquelas coisas, dura pouco mas o sofrimento parece que não acaba. È muito violento para caracolas como eu. Já lá vão uns anos bons desde a última (cerca de uns 11...).
Boa sorte e como sempre diverte-te muuiiittooo.
Pode ser que tenhas sorte com o tempo. Já dão melhorias para o f-d-s.

Beijos,
Lénia

Carlos Viana Rodrigues disse...

Será uma Milha, mas uma Milha de grande qualidade. Os atletas AFIS estarão em peso o que , já sei, vai garantir boas páginas de escrita e muitas fotos.
Votos de excelente prova!!!!

Carlos Lopes disse...

Olá Ana
Espero que corra tudo bem.

tornadocontrolado disse...

Há que variar...Já que o peso não é o ideal para as provas longas pode ser que a força das gramas a mais ajude a fazer uma milha rápida. Mas claro que o ideal era ir fazer os 13 Km do Guincho...

Jackelyne disse...

Aninha...

Como você está menina? Espero que ótima... e como foi sua prova?

Desculpe minha santa ignorância. Como é uma Milha? Nunca ouvi falar aqui no Brasil!

Depois nos conte tudo tá?

Beijão amiga corredora!

José Capela disse...

Olá, Ana...

Não importa que seja uma milha, uma légua, 10 km, meia-maratona ou uma maratona, o importante é estar presente e sentir aquela a emoção que a envolvência de uma corrida tem. Correr,suar, cansar, relaxar, faz sempre bem, mesmo que muitas vezes não pareça! A primavera continua e tu vais sentir os seus efeitos, ai vais....vais!!!

Beijinho

ana paula pinto disse...

Olá Ana

Como foi em Ovar?

Ontem, no Correpraia, perguntaram-me se eu era a Ana Pereira. Demorei alguns instantes a responder que não era, pois de repente, nem percebi o Pereira, ouvi-o, mas foi como se ouvisse Pinto :)

Beijo
Paula