Pesquisar neste blogue

domingo, 8 de abril de 2007

20º Grande Prémio de Constância - 7 de Abril de 2007



..........................................................Com a minha filha e o Óscar

..................................................Com o meu amigo Carlos Lopes
...................................................Com a minha nova equipa: AFIS

..........................................................................A partida


...................................................................Os mais rápidos



................................................Os mais lentos, onde eu obviamente me incluo


......................................................Com o meu Amigo António Pereira


......................................................................Os Prémios



20º Grande Prémio de Constância – 7 de Abril de 2007

Constância… Um dia radioso e uma vila enfeitada e acolhedora nos espera, onde o Zêzere emborca no Tejo para juntos procurarem e se fazerem ao mar.

Pela 20ª vez se realizou esta prova num cenário luxuoso: pela estrada junto ao Zêzere, sem trânsito, apenas o verde e o rio e as cores, nossas e das “canoas” que navegam nas águas.

Prova com inscrições gratuitas, teve uma boa participação nos escalões jovens, e 444 atletas chegados na prova principal.

Na minha opinião uma prova muito bonita e bem organizada, mas que peca num aspecto: os prémios de presença não chegaram para todos os presentes. Entre esta situação e o limitar o numero de inscritos, optou a organização pela 1ª hipótese, o que em minha opinião em nada abona a seu favor, pois (apesar das inscrições gratuitas) o atleta classificado em 400º e 401º deveria ter exactamente o mesmo prémio: o de presença, que constava de: t-shirt, um azulejo alusivo à prova, mel, e bolos da região, sumo e água, e ainda a revista da prova, onde sou surpreendida (pág.6) por uma foto de uma menina pequenina (5 anos), a minha filha, há 4 anos atrás, quando correu ela pela 1ª vez numa prova, precisamente ali, em Constância. Coração derretido de mãe babada…

Situação esta do prémio de presença e do número de inscrições admitidas deveria ser revista, em meu entender.

Constância –Vila Poema, anunciam os cartazes turísticos. E de facto respira-se poesia nesta vila. Os rios, as árvores em flor, o verde, as águas, as casas enfeitadas com flores de papel colorido, constantemente renovadas pelas mãos das gentes, quando as gotas de chuvas destroem o trabalho da véspera, as gentes, os sorrisos, os cheiros, o ar que se respira nas ruelas e becos que descem ao rio. É um luxo correr ali. Voltarei sempre que possa.

A minha prova

Faço-me acompanhar de família e amigos e lá reencontro muitos mais.

Entre o azul do céu e do rio e o verde que nos envolve, fiz os 10 Km em 51m53s. Fui 17ª entre 30 Veteranas. O meu cronómetro é que conta. Esforço doseado e controlado e posso dizer que a prova me correu muito bem, ajudada sem dúvida por todo o ambiente envolvente, desde o apoio e carinho dos amigos, à própria organização que nos deu todas as condições para usufruirmos da beleza e poesia em que Constância se insere, de tal forma que entra em nós e nos exalta a alma.

Muito diferente para mim esta prova este ano. Repleta de um novo significado na minha vida. Ingressei no AFIS – Atletas Fim Semana, Ovar. Apesar da leveza e da frescura acrescida pelo tamanho exagerado da camisola do clube, senti-lhe o peso. O peso da camisola. Senti e gostei. Gostei muito e sinto-me grata. Verdadeiramente grata, como poucos poderão compreender.

Enverguei-a com brio, pois a mim só me honra suar tal camisola. É bom pertencer a um grupo. Todos sabemos disso. Um grupo de amigos, uma equipa. É bom ter isso, é bom merecer isso, é bom alguém me proporcionar isso. E se hoje pela primeira vez levo ao peito o AFIS, é bom que se saiba que não penso voltar a despir a camisola por motivos alheios à minha pessoa e conduta, como já chegou a acontecer no passado com outros clubes, de forma bastante lamentável e triste.

Mas as pessoas – porque os clubes são feitos de pessoas – são todas diferentes, espero que este seja o início de uma relação duradoura e sólida. Da minha parte tudo farei para
continuar a merecer o respeito, consideração e confiança que depositaram em mim.


5 comentários:

Carlos Lopes disse...

Ana

Bem amiga… obrigado por me levares, adorei cada momento. Fico feliz por estares numa nova equipa.

Jackelyne disse...

Olá amiga!
Parabéns pela prova.. você corre muito bem.. espero um dia correr como você!
Um super beijo e uma ótima semana!
Jacke

André Vila Alves disse...

Olá Ana

Leio que passou um dia agradável, na companhia de amigos e da filha. É sempre bom estarmos num local tão belo rodeados por quem gostamos e ainda mais a fazer algo de que gostamos tanto. Espero que tenha muitos mais dias assim.

Jackelyne disse...

Oi Ana...
Desta vez sou eu que estou precisando de um puxao de orelha!
Não tenho ido treinar... ando meio sem tempo... e um pouquito de preguiça.. que vergonha.. mas compensarei nesta semana!

Um beijão!

TOTO disse...

Olà Ana;
parabens pore a sua corrida.
desculpe mas nâo tenho vindo aqui;
estou com dores numa anca du direito esquedro e passando éxames.
e a tres semanas que nâo corro.
e talvéz seja operado.
e nâo sei se faço a meia marathona de NICE no dia 29 Abril.
boa continuaçao.
antoine
((toto))