Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 20 de setembro de 2006

4ª feira, dia 20 de Setembro de 2006
Faltam 25 dias para a Maratona do Porto


De que vale levantarmo-nos muito cedo se chegamos ao local de trabalho atrasadíssimos e quase cinco horas depois?

Com cinco horas gastas desde que uma pessoa se levanta até enfrentar o ar crítico e fulo do chefe (e desta vez com razão) bem que podia pensar em ir trabalhar para o Porto ou para Faro!
Pelo menos o tempo que passava dentro do carro seria em deslocação e não nesta bicha infernal!


E foi assim: Excepcionalmente tive a oportunidade de treinar de manhã, quer dizer, noite ainda.

Fiz um treino de apenas 45 minutos sob um céu escuro e estrelado. Regresso a casa e o céu aclarou um pouquinho só.

Como me senti no treino: mal.

O que quero dizer com isso? Quero dizer: cansada, exausta, pesada, respiração descontrolada, trôpega, etc.

Esta é a minha 4ª maratona e é sem dúvida alguma aquela para a qual mais mal preparada vou.

Enquanto corro penso vezes sem conta como é que eu a sentir-me assim vou correr durante mais de 4 horas? Como?! Isto é uma loucura. Mas no entanto não desisto dela, assim como de outras...

1 comentário:

Hugo Megre disse...

Cuidado com o excesso de treino... nunca esquecer que o repouso também é parte integrante de um bom treino...

Sou mais um viciado na corrida que vai fazer pela 3ª vez a maratona do Porto... adoro ler as suas crónicas, parabéns pela sua escrita e pelo seu hábito saudavel "o atletismo".

Cumprimentos e votos de uma excelente Maratona na minha cidade.

Hugo Megre Fernandes
hugo.megre@portugalmail.pt