Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Um treino normal

" E o seu pai, como está? Já está melhor?"- pergunta o rapaz quando a correr se cruza com ela, cada um no seu treino e no seu ritmo, em sentidos opostos.

"Sim, obrigada! Já saiu do hospital! Obrigada!" - responde ela com uma alegria imensa pela boa notícia que dá. Queria ainda dizer que ele teve de colocar um pacemaker, e que só hoje saiu do hospital. E que já está em casa e que está bem. Queria dizer que o pai está bem e que há todas as condições para tudo correr bem e ela voltar a ter o pai que tinha, sempre ao seu lado a viver a Corrida da forma que lhe é possível. Queria dizer que estava feliz, feliz, muito feliz por as coisas estarem a correr bem com o pai. Mas o momento já tinha passado, ambos se tinham afastado nos seus percursos de treino e tanta conversa até pareceria disparatada.

Mas é que ela se sente assim: bem, confiante e feliz. Muito feliz, constatando uma vez mais que a Felicidade são momentos e coisas simples a fazem despoletar e atingir picos magníficos. Não que as melhoras do pai se enquadrem nesse grupo das coisas simples, mas o facto dela voltar a correr sabendo que o pai está "bem", alguém lhe perguntar pelo pai e ela poder dar aquela resposta, explodindo de alegria e entusiasmo, levou-a a um desses picos de felicidade soberba e magnífica. E continuou a correr, feliz como um cachorro sem trela.

Correu hoje 12,130 Km no tempo de 1h05m03s, numa média de 5:22 / Km.

As coisas estão a voltar ao normal. O pai está "bem", em casa, e ela voltou aos seus treinos normais, nem cheia de força, nem muito cansada. Apenas um bom treino normal. Já em casa é que repara que não foi propriamente num ritmo lento... (para o seu nível, claro...)

Até amanhã querido diário

11 comentários:

JoaoLima disse...

Ainda bem que o pai já está em casa!
Boa recuperação, agora!

E para ti, 12 kms em treino a 5,22... é puxadote...
Na continuação da evolução que vinhas a efectuar

Beijinhos

Anónimo disse...

Querida amiga Ana,

É pá! F... tás a andar para caraças. Foi mais que um treino! E eu a vê-las passar...mas espero apanhar-te, é só ficar melhor da minha lesão...e vais vêr...
Realmente, quando temos um ambiente em nosso redor que nos dá felicidade, quando tudo está bem, as provas e os treinos correm sempre melhor. Quase que nem nos apercebemos nem do andamento que imprimimos nem dos kms que vamos fazendo. O nosso mundo interior reflecte-se no mundo exterior. Quando estamos felizes, apetece-nos abraçar toda a gente, beijar todos (só as meninas no meu caso). A vida é assim Ana, com altos e baixos e no teu caso espero que continues bem no "alto".
Folgo em saber que o teu pai já está perto de ti e a recuperar bem do tombo que deu.

Beijões
Fernando Sousa

Teresa Serra disse...

Olá Ana, fico feliz por saber que o teu Pai está bem e já em casa. Tudo a correr pelo melhor! Jokas Teresa Serra

Teresa Serra disse...

Olá Ana, fico feliz por saber que o teu Pai já se encontra bem e em casa. Bons treinos e jokas grandes. T.Serra

Pedro Ferreira disse...

Desejo rápidas melhoras!

Leilany disse...

Você não correr, voa! Parabéns, por ti e pelo seu papi!

joaquim adelino disse...

Fico muito feliz por saber que o Melro já está melhor e a conviver agora com algo que lhe vai dar certamente uma melhor qualidade de vida. Dentro de dias já ali está no Parque a conviver conosco.
Um beijinho Ana... e que treino.

Anónimo disse...

Olá Ana!

Fico feliz por saber que o meu amigo Melro já esta em caselas agora é só uma questão de recuperação, espero vê-lo a fazer a reportagem nos Trilhos de Monsanto, até lá rápidas melhoras.
Ana, com que então 12 km a 5,22.. é obra, o que faz isto é a força dos treinos. Abraço ao meu amigo Melro..Ana continuação de bons treinos. beijinhos
Apinho

Hugo Adelino disse...

O rapaz que correu em sentido oposto...eu!
Quero que saiba que o resto da mensagem chegou, e fico muito feliz pelo seu pai já se encontrar em casa e em plena recuperação.

Continuação de bons treinos.

Anónimo disse...

Olá, Ana,

Quando há dias estimavas fazer 1h50 na Meia de São João lampas, torci o nariz… Depois destes 12 km em 1h05, já não tenho dúvidas nenhumas!

Efectivamente, não há melhor doping que é ter o nosso Pai em casa e em franca recuperação!

Beijinhos para a filha e para a neta, e um forte Abraço para o nosso Amigo Melro!

Rápidas melhoras!

Orlando Duarte

Rui Pena disse...

Tudo de bom aí para casa...


Rui