Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Pata inchada


Se disser que o pé humano é das partes do corpo, se não mesmo a parte, mais rica em ossos e tendões, não devo estar muito longe da verdade apesar das minhas noções de Anatomia serem as de um absoluto leigo.

Por isso, fosse da introdução brusca de carga (acho que foi), fosse lá do que fosse, só sei que estou lesionada mas não sei o que tenho. Sei apenas que tenho o peito do pé esquerdo inchado, a puxar para o lado interno, de tal forma que quase me "enche" o arco do pé e me faz parecer que tenho pé chato, o que não é de todo verdade. Inchaço acompanhado de dor ao toque e ao movimento (caminhar e correr).

Portanto, este é hoje o panorama com a atleta lesionada:

treinos: parada
pata: inchada
alma: desanimada
corrida: arrumada


Até amanhã querido diário

16 comentários:

JoaoLima disse...

Oh que chatice, Ana!

Um beijinho de rápida recuperação e FORÇA!

Henriqueta Solipa disse...

O Método RICER (Repouso, gelo, compressão, elevação e encaminhamento)

(1) deixar de participar na actividade desportiva
(2) aplicação de gelo a uma lesão resulta em vasoconstrição dos vasos sanguíneos, diminuindo assim a circulação e reduzir o inchaço. O gelo deve ser aplicado no local da lesão directo para além da área circundante. Para evitar danos à pele, o gelo não deve entrar em contacto com a pele nua, e ao invés estar contida em uma toalha molhada e aplicado no local lesionado a cada 20 minutos por 48 a 72 horas após a lesão.
(3) pé elástico não muito apertado para a circulação se fazer de uma forma normal, slém de oferecer suporte físico a aplicação de uma ligadura de compressão ou pé elastico reduz o inchaço, limitando a acumulação de fluidos.
(4) Elevação, reduz o volume e a pressão do fluxo sanguíneo para a área lesada e, portanto, limita a inflamação.

(5) A assistência médica deve ser procurada o mais rapidamente possível para determinar a extensão da lesão e iniciar a reabilitação adequada.

Ana vai dando feedback, espero que melhores. Se não te importas utilizo o telefone que dispões no teu blog para falar contigo.

Beijinhos e vais ver que melhoras, o principal para já é descanso e gelo ....

eRui disse...

Gelo!!! :P

Boa recuperação!!!
Rui Estrelinha

Jorge Branco disse...

Rápidas melhoras rapariga!
Eu na minha condição de atleta estropiado ando sempre a ver se não se “parte nada” e lá me vou aguentando (mas mal) até porque aqui onde vivo não temos medico de família quando mais medicina desportiva ou fisioterapia!

Esse transporte para a maratona do Porto lembra-me um amigo veterano (já falecido) que depois terminar o Manteigas – Penhas Douradas teve a peregrina ideia de apanhar bolei numa carrinha de caixa aberta para Manteigas!

Carlos Lopes disse...

Olá Ana

Moral pra cima, ando com uma Pubalgia vai pra 9 meses, e não desisto.. Garra, força... muitas vezes com Voltarem pra ir treinar... por isso minha amiga, uma rápida recuperação e garra pra voltares aos teus treinos

Sergio disse...

poxa, que chato. Eu também lhe faço companhia, pois também estou lesionado, no caso na posterior de coxa. Melhoras para nós!!
beijos do Brasil,
Sergio
corredorfeliz.blogspot.com

Leilany disse...

A Henriqueta já falou tudinho, tudinho... Vai melhorar em cerca de 48 a 72h, senão melhorar é melhor procurar um médico, viu menina?

ana paula pinto disse...

Estou na mesma, Ana :-( E andava tão contente...
Hoje, depois de 1h 07 min de corrida, a minha patola voltou a ficar uma lástima. Nunca tinha ficado bem, desde a lesão de Outubro passado, mas a "coisa" lá ia indo... Agora... Buáaaa. Estou mesmo triste. Tenho de me convencer que não posso voltar a correr... c´est la vie!

As tuas melhoras, cachopa!
Beijinhos

Anónimo disse...

De dores nos pés sei eu...á um ano que não me largam.fascite(dizem uns)neuroma (outros)hoje mesmo fiz uma eco que tambem não concuiu nada.as melhoras e que deus nos proteja...porque a maratona espera-nos.um bj.amaranterunningteam@gmail.com

horticasa disse...

Ó pá que pena!
Lá está, gelo e descanso, mas vai ver melhor com alguém entendido.
beijos as melhoras e... cuidado.
bj eugénia

luis voador disse...

Caros amigos podem-me incluir na vossa equipa de lesionados,ja la vai um mes.Mas nao desanimem.Cncordo repouso/gelo.
Forca amiga Ana.
abraco,


luis jose

elis disse...

ai, ana, que pena!
essas coisas atrapalham tanto nossos projetos de corrida!!!

mas olha, o mais provável é que muito gelo e um pouco de descanso deixem você pronta pra outra corrida em breve!

melhoras!!!
estou torcendo por você daqui de meu cantinho;)

bjs

Anónimo disse...

Ai Maria que tu nos matas se não escreves aqui!

Anónimo disse...

Querida Maria:
Os meus dias estão divididos em 2 tipos:
Os que tenho Post da Maria.
Os que não tenho Post.

Isto é: Os bons e os maus! Please, please-Escreve aqui!

Mayumi disse...

Nossa! Eu distendi os ligamentos da região do tornozelo e fiquei 3 semanas sem correr direito! O pé ficou inchado também, mas tirei uma radigrafia e não tinha nenhum osso quebrado! É melhor que procures um ortopedista! Boa recuperação!

Anónimo disse...

Olá Ana,

Não te vou dizer se fizeste bem ou mal em ir à prova mas apenas te digo uma coisa. És teimosa!!! Dizer-te que deves aplicar gelo ou pachos de água quente não vale a pêna...peço-te apenas para pensares um pouco e ter cabeça, ter calma. Um exemplo parecido com o teu foi o da Naide Gomes que mesmo com bons médicos profissionais à sua volta (o pé dela ainda não estava bom duma lesão)fez má figura neste fim de semana e ainda piorou a lesão.
Mas tu é que sabes Ana e também existe aquela teoria que se temos uma dôr é "porrada para cima que ela passa".
Por vezes mais vale não ir a uma prova...está bem, foste muito devagar..., do que depois querer ir a outras e não poder nem sequer ir num andamento muito lento.
Tu já és crescidinha...tu é que sabes.

Gosto muito de ti e desculpa se te fiz arreliar. Desejo-te melhoras rápidas.

Bjs.
Fernando Sousa