Pesquisar neste blogue

domingo, 6 de junho de 2010

OTA - 9ª Corrida do Mirante

Foi hoje, 6 de Junho de 2010 e eu estive lá a correr, conforme documentou tão bem o José Magro, a quem agradeço:

Fotos de António Melro, no site da AMMA - Atletismo Magazine Modalidades Amadoras

A Corrida do Mirante é uma prova de montanha, considerada de dura a muito dura, consoante a experiência, a forma e a intensidade e competitividade com que cada uma a faz. Para mim, foi dura, e para a distância de 11 Km demorei o tempo de 1h37m

Saí de lá bastante agradada, e amanhã voltarei aqui com mais palavras e imagens.

8 comentários:

Jacke Gense disse...

Oi Aninha... Parabéns!
O negócio é não desistir nunca... prova de montanha normalmente são extremamente difícies... e vc conquistou mais essa batalha!!!

bjs

Jacke Gense disse...

Querida.... tem selinho para vc lá no blog!! bjs

horticasa disse...

Bom dia Maria!
Não te rales, devagar se vai ao longe.
beijo eugenia

Jorge Branco disse...

Parabéns!
Essa prova é uma das muitas que me faltam no curriculum.
Como amante das provas de montanha tenho que lá ir um dia (o alcatrão faz mal a saúde!)
Mas era dia aplaudir e incentivar os heróis que iam de Lisboa para Fátima a correr e passaram aqui perto de casa antes das 7 da manhã!

Kim disse...

Bom dia!
"OTA - 9ª Corrida do Mirante
Foi hoje, 6 de Junho de 2010 e eu estive lá a correr (...)"

Parabéns pelos progressos; um destes dias está a concluir uma meia maratona que nós sabemos...

Tudo de bom.

Vitor Veloso disse...

Olá Ana,
Parabéns pela prestação na prova.
Eu gosto muito das provas fora de alcatrão.
bjs
Vítor

José Xavier disse...

Ana ;

Muito bem, participar numa prova original.
É bom fazer esse tipo de provas, e num contacto bem directo com a natureza.

Abraço
dos Xavier's

joaquim adelino disse...

Gostei muito da vossa companhia, da Ana e do Rui, pensei muito na Serra da Freita enquanto ia ali "silenciosamente" ao vosso lado, não que ignorasse a vossa companhia, antes pelo contrário, acabei por concluir que é aquele andamento e ritmo que me vão ajudar a ultrapassar aquela Serra e isso devo a vocês, se tivesse ficado só acabava por ficar à "nora" e não teria aprendido nada.
Face à dureza da prova acho que a Ana esteve muito bem, correu sempre onde era possível correr e isso já revela uma grande força de vontade em vencer esta batalha para voltar em grande muito brevemente.
Um beijinho do Pára