Pesquisar neste blogue

domingo, 29 de outubro de 2006

Na véspera, em cavaqueira com o Antonio Pinho


Domingo, 29 de Outubro de 2006

O DEPOIS DA MARATONA
Acabaram as pipocas? O filme está prestes a recomeçar! Estão acordados? Retomem os vossos lugares.

Depois da Maratona do Porto, estive parada 5 dias, no sábado fiz 1h23m de corrida contínua lenta; no dia seguinte estou com uma dor intensa no pé (remanescentes da calçada tradicional do Porto) e volto a parar até 5ª feira, dia 26 Outubro, altura em que já me sinto melhor e faço 1 hr de corrida contínua.

Hoje, tenho a Meia Maratona do Algarve.

E hoje estou na Lua! Sim, porque não são apenas orgasmos bombásticos e o facto de pensarmos que somos correspondidos quando apaixonados, que nos deixam assim.

Passo a explicar: 5ª feira passada fui “dispensada” do Clube Sargento da Armada, porque desobedeci a uma ordem, e as ordens são para cumprir! Não fosse aquilo um clube de militares onde afinal impera mesmo o militarismo. Suspeitava-se que a 1ª prova do Troféu de Almada pudesse ser a 29 Outubro. A cinco dias de não se saber sequer se ia haver Troféu (era outra suspeita) , e se houvesse não se sabia se seria nesse dia, sou informada que ia mesmo haver troféu e ia mesmo ser a 1ª prova hoje, 29 Outubro.

Naturalmente eu desobedeci à ordem que era: “temos de nos manter disponíveis!”, quais tropas em tempo de guerra, quando a certeza era a incerteza em duplicado! Inscrevi-me na Meia do Algarve a 6 dias da prova, e logicamente quando o clube me informa da realização da 1ª prova do troféu, eu já estou inscrita no Algarve. Azar! Começo mal. A faltar a uma prova.

Azar maior (para quem?) é quando recebo em mão a carta com a dispensa/expulsão. E pronto, a partir de hoje não vou ouvir mais durante as provas pelo país inteiro: “Olha a Armada anda aqui; Cuidado com a Marinha; atenção que vai aqui uma Sargenta!).

Hoje, ao troféu faltaram imensos ex-colegas de equipa. Fico a pensar: irá o Clube Sargento Armada expulsar os seus atletas sempre que um deles se inscreva noutra prova quando até 5 dias antes não se sabe se vai haver prova do troféu? Correm o risco de ficar com 2 ou 3 atletas apenas, mas são políticas.

Já passei à frente! Porta fechada aqui, porta aberta ali!

Corri pela Espiral Run, que isto acaba-se um contrato aqui, começa-se ali! Não fosse eu uma atleta tão valiosa e requisitada.

E assim foi a Meia: 1h53m38s (O meu cronómetro é que vale!!!) Feliz, contente e alegre.

Começo a prova com a Lénia Gamito que ficou pelos 10km, e com o António Pinho, que acabou por ficar para trás.

Estava bem, mandei-me para a frente, e aos 13 estava um bocado rota. Faltou-me o meu amigo António Pereira para me conter o ritmo inicial e não me deixar ter estas quebras…

Cruzo-me com o meu amor e ouço: “Vais bem, mantém, tens poucas mulheres à frente, Querida!”

Ele, o “querida” não o disse, mas deve ter pensado, pois eu ouvi-o nitidamente e aquilo deu-me animo. Ainda ultrapasso mais uma atleta e venho a saber no final que o meu esforço valeu o 2º lugar no escalão (Vet. I - F) e o respectivo prémio de EUR 200,00!

Claro que a 1ª do escalão fez 1h35m e eu apenas tive a sorte de não estar presente mais ninguém.

Quase a cortar a meta

Mas esforcei-me e o meu esforço foi bastante recompensado, pois para além do lugar e do prémio, tirei nem mais nem menos que 9 a 10 minutos às últimas meias que andava a fazer! E isto 15 dias depois da Maratona, é excelente! Absolutamente excelente!

O pé? Está lixado o pé! A calçada que tivemos de correr em Monte Gordo não ajudou nada… Mas a cabeça? Está excelente! Nas nuvens! Com a Timmy (amiga da Lénia), 4ª sénior com 1h31m, a Lénia e eu

6 comentários:

Lénia disse...

Olá Ana,
Foi um prazer enorme conhecer-te pessoalmente. És ainda mais simpática do que imaginava. Fizeste uma prova lindíssima, pois vi-te sempre com um sorriso nos lábios. Eu é que não estava nos meus dias, nem sei o que se passou cmg. Apesar de não estar com nenhuma lesão, senti-me muito maçada durante e depois dos 10k. Mas, tu estiveste fantástica! Parabéns pelo teu desempenho!
E até para a semana. Beijo.

Álvaro disse...

Q bom, Anofa...!

Ninguém pára esta miúdaaaaaaaaaaaaaaaa!
...E eu, estou a ver que nunca mais te agarro!...
E quanto ao resto...Passaste de sargenta a generala!

Xi-coração apertado!

carlos lopes disse...

Parabéns pela prova…..cá o je fez este fim de semana a 1º meia maratona. Meia maratona de Mirandela, gostei tanto que estou a pensar ficar em casa 6 meses de baixa ( ai ai…dói-me os ossinhos todos).

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Lénia, gostei muito de te conhecer assim como à tua simpática família. A sério! Um dia, talvez me venhas a conhecer o suficiente para perceberes que, se o digo, é porque o sinto e só assim faz sentido!

Álvaro: Ai não agarras não! Gostei da generala :)

Carlos Lopes: ficar 6 meses de baixa em casa????? Isso quer é continuação! Vai ver que os ossos voltam todos ao lugar num instante!

Tatiana disse...

Ola Ana,

Estou a escrever para fazer um pedido. Vou dar mais uma aula sobre o Apoio Psicologico ao Corredor e creio que as suas palavras identificam o sentimento de muitos corredores. Gostava de saber se posso utilizar os seus post relativos a Maratona do Porto.
Obrigado, Tatiana Ferreira

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Para a Tatiana Ferreira

Como não tenho outra forma de te contactar, deixo aqui a minha resposta:

Claro que podes utilizar as minhas mensagens aqui deixadas sobre a Maratona do Porto ou sobre o que quer que seja. Isso a mim só me lisonjeia.

E encontro-me ao dispor para qualquer outra coisa que esteja ao meu alcance e que te possa ser útil.

Ana Pereira