Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Natal


Não que seja tão difícil de explicar como o será de entender, as razões de um ateu celebrar o Natal, mas ainda assim, cá vai um breve resumo na tentativa de me explicar:

Natal. Época carregada de simbolismos de união, fraternidade, solidariedade, amizade, paz e amor. Oportunidade de juntar a família, quando se a tem e com ela minimamente nos damos e sentimos mutuamente bem. Simbolismo também de renascimento da vida, e com ela renovação da esperança e dos sonhos para realizar.

Em criança, apesar dos Natais pobres e frios, eu gostava da época. Sonhava ao colo de minha mãe nessa noite, a olhar a árvore quase nua, que o Pai Natal nos visitaria e deixaria um presente no sapatinho. Um ser misterioso, que alguns Natais me desiludiu pois o sapatinho acordava como tinha adormecido: vazio. 

Depois numa fase entre a adolescência e a idade adulta, houve uma renúncia e negação gritante. Alegava que a hipocrisia era a nota dominante da época e eu não alinharia nisso. 

Depois, anos mais tarde, com o nascimento da minha filha, e com um natural amadurecimento, voltei a gostar do Natal. Reapreendi a gostar. E a vivê-lo com alegria. E os tais valores, o simbolismo do Natal, está cá todo! Amor, amizade, paz, solidariedade, união, tudo isso é celebrado. Vive-se como nos outros dias, é certo, mas o Natal surge como mais uma oportunidade de estarmos com quem nos sentimos bem, de partilharmos o que de mais valioso temos: o nosso coração. Tudo isto absolutamente alheio a uma qualquer religião ou crença. E é bonito: a árvore de Natal (desde que não se matem pinheiros!), o presépio com musgo verdadeiro (adoro o cheiro!), a cena do nascimento do Menino, os Reis Magos a avançarem um pouco cada dia, as figuras, é tudo tão...bonito! A história é bonita. A época é bonita!

E é isto. Paralela e alheia a qualquer religião, sinto que os valores e os princípios do Natal, estão todos cá. Se calhar até de forma mais pura e genuína que a encontrada em alguns crentes fervorosos...

Feliz Natal a todos que por aqui passam, e a quem não passa também

E se me der na bolha, ainda por cá passo eu também, antes dessa noite, que se deseja especialmente feliz: a noite de Natal
                  
Doninha... tens a certeza que o barrete é mesmo para usar na cabeça?

14 comentários:

Jorge Branco disse...

Não quero falar do texto, não posso falar do texto!
Com uma foto dessas quem quer saber do texto!
Desculpem-me mas é a minha vocação de fotografo!
Essa foto está MAGISTRAL!

Jorge Branco disse...

Esqueci-me...Feliz natal Molly!
E entre ateus Feliz Natal Dona da Molly.
Feliz Natal filha da Dona da Molly e restante família.
E, pronto HoHoHoHoHoHoHo! (sempre quis escrever isto num comentário!)

Carlos Rocha disse...

Pelo menos nesta altura quase todos se lembram de dizer algo aos outros:
"Um Feliz e Santo Natal pata todos!"

Anónimo disse...

Ana,

É mesmo como o dizes Ana, fomos assim educados a celebrar esta quadra de Natal e lá vamos passando a mensagem de geração em geração.
Mas cada vez acredito menos no "Pai Natal", em "Nossas Senhoras" e por aí...e julgo que muitos portugueses também se identificam comigo. Não me quero alongar mais por isso, desejo-te a ti, a todos que escrevem no teu blogue:
FELIZ NATAL e BOM ANO NOVO 2012

PS: Não se esqueçam de dar uma refeição melhorada aos vossos amigos animais domésticos.

Bjs
Fernando Sousa

Carlos Castro disse...

Um resumo muito puro da pura essência desta quadra.
Encontre mais uma vez essa paz, essa harmonia e essa união neste Natal.
Feliz Natal!

ana paula pinto disse...

Um Feliz Natal para ti e para toda a família. Também para a Mafalda, o Daniel e a Sílvia.

Beijinhos a todos

Henriqueta Solipa disse...

Ana, seja Natal... ou não desejo-te as maiores felicidades nesta quadra em que a família se junta com "algum" propósito ... até mesmo quando o Natal não faz sentido, como Natal.

Que o Ano de 2012 que se aproxima te traga felicidade e consigas realizar as metas a que te propões.

Beijinhos

S* disse...

Que cão amoroso... ficou mesmo bem!

Um santo e feliz Natal, Maria!

Joaquim Margarido disse...

Boas Festas para a Maria e para todas as Marias do Mundo. Que nunca lhe falte a vontade, a sensibilidade e a coragem de partilhar connosco os pequenos nadas de que é feita a nossa vida. Mesmo sem frio. Mesmo sem casa!

Rosa Oliveira disse...

Maria muito obrigada pelo seu comentário . Um Feliz Natal e muitos sucessos..Beijinhos tudo de bom ..

joaquim adelino disse...

desejo-lhe dentro do possível Boas Festas, no ambiente familiar e com muita saúde. Um beijinho do Pára.

horticasa disse...

Hoje já aqui estou... por isso, boa semana de Natal.
Vê-mo-nos na Amadora??
beijinho para as três.

Zen disse...

Oi Mãe Natal ( e todos os dias do ano, pois claro)

Festas felizes para ti e &.

Revejo-me nas tuas memórias natalícias.

Beijinhos

Vivendo a Vida Correndo disse...

Desejo a você e sua família um ano novo cheio de prosperidade e realizações. E que 2012 seja repleto de SUCESSO, PAZ, AMOR , SAÚDE e muitas ALEGRIAS.....

Um abraço!!!

Fernando Moura
www.vivendoavidacorrendo.blogspot.com