Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Flores

Cada vez que me visita, traz-me uma flor. Apanhada de um jardim ou de uma berma da estrada, absolutamente silvestre. É colocada na minúscula jarra que tenho na entrada. Bem, na verdade não me traz sempre uma flor. Por vezes vem apenas e muda-me a água da última que me trouxe. Outras vezes substitui-a por uma nova e ouve-me reclamar que aquela ainda estava boa. Responde-me que não, que esta é mais bonita e mais fresquinha. Eu refilo mas sei que é verdade e delicio-me com o momento, saboreando a cena. Muitas vezes traz uma flor diferente, verdadeiramente bonita e original e quase exótica, só para ver como se dá na jarra. Muitas já foram eliminadas e já deixou de as trazer. Morrem na jarra em poucas horas. Mas outras há que vivem dias comigo. Abrem de dia, fecham à noite para dormir e voltam a abrir com a primeira luz do dia, de novo na manhã seguinte. Essas são as nossas preferidas, as que vivem comigo e me enchem o coração de emoção, num misto de felicidade e saudade adivinhada. Por isso há dias em que as olho e só me apetece sorrir, feliz e não sei porquê. E outros há, em que as olho e só me apetece chorar, comovida e não sei porquê.

8 comentários:

Jorge Branco disse...

LINDO!

Eugenia Do Vale disse...

Bom texto como sempre...
Amiga tenho saudades tuas, já hoje disse:
- Temos que marcar um treino com a Ana
beijinho

Corro, logo Existo disse...

Provavelmente porque nos trazem à memória momentos de alegria, nuns casos, ou de saudade noutros.

Anónimo disse...

Olá Ana,

O texto é bonito...as flores são como os amigos. Uns duram mais do que outros, de uns gostamos mais do que outros, uns são mais bonitos que outros, uns cheiram melhor do que outros...uns são mais coloridos do que outros e é melhor ficar por aqui.

Do teu amigo "girasol" que acha que não é tão maluco como o professor Girassol, personagem dos livros do Tintin.
Bjs.
Fernando Sousa

Isa disse...

Como sempre os teus textos são de uma grande sensibilidade e transmitem diversas emoções, tal como as flores.
Gosto de te ler.
Beijinho grande

JoaoLima disse...

Um texto à Ana! E este é o melhor elogio que se pode dar :)

Beijinhos

Corre Piolha Corre disse...

Mais um maravilhoso e aconchegante texto :)Beijinho

Anónimo disse...

Muito bom e lindo :) para variar ;) beijocas

Susana Adelino Pinto