Pesquisar neste blogue

domingo, 13 de outubro de 2013

"Eu e a Maratona" e a Meia Maratona Ribeirinha da Moita

Normalmente as pessoas que fazem a Maratona, retiram dela ilações e ensinamentos para a Vida, criando um paralelismo fácil de compreender entre a Maratona e a própriaVida.

Ao treinarem e ao concluírem uma Maratona, é frequente ouvirmos frases como:

- A Maratona ensinou-me e mostrou-me que eu sou capaz, que me supero, que o esforço compensa;
- O treino para a Maratona e a própria Maratona ensina-me a ser disciplinado, organizado, metódico, exige-me um determinado esforço e alguns sacrifícios, coisas tão necessárias e úteis para as mais vastas áreas da vida;

E ao completarem uma Maratona, sentem-se mais capazes, acreditam mais em si, na sua capacidade de trabalho. Apuram ou vêem nascer neles a resistência, persistência e também paciência, que em tantos situações da Vida era bom que soubéssemos usar!

E assim, é comum ouvirmos que a partir do momento em que se tornam Maratonistas, as pessoas forças para enfrentarem a sua própria Vida. E é verdade, ganham.


Já completei 4 Maratonas na minha vida. Tentei a 5ª em 2007 mas desisti ao km 30. Nunca mais me atrevi a tentar sequer! Até agora, que me preparo para a correr na 10ª edição da Maratona do Porto, a 3 de Novembro de 2013.

Os treinos, apesar de terem começado bem no princípio do Verão, acabaram por descarrilar completamente e as dúvidas sobre se devo ou não tentar fazer a Maratona, são bem fundamentas, sensatas e realistas.

Quando devia estar a correr uma carga jeitosa de kms por semana e quando as sessões longas deviam ser incluídas...parei. Sim, posso dizer que parei. E se à primeira vista a razão terá sido o início do ano escolar da minha filha e consequentemente alteração de rotinas e ritmos de vida, para além de me ser exigida outra presença, mas não foi menos responsável uma certa desmotivação que foi crescendo à medida que os dias passavam. Desleixei-me também nos cuidados alimentares e engordei rapidamente. O Outono com os seus dias mais pequenos e escuros podem também ter a sua quota parte de responsabilidade. Mas, verdade seja dita, a principal responsável é...nem mais nem menos...a minha pessoa!

E os dias têm passado em oscilações constantes: "Faço a Maratona" e "Não faço a Maratona"

Hoje, tivemos por aqui a Meia Maratona Ribeirinha da Moita e eu aproveitei para fazer uma sessão longa.

Corri antes da prova 9,570 Km em 1h06m02s e fiz a prova, com 21,210 Km em .....  2h28m16s

Total: 30,780 Km Tempo: 3h34m18s

Mas não correu muito bem. Pelo menos a partir do km 17 ou 18 da prova (quando já eu tinha 26 e 27 km nas pernas e no resto do corpo...). Tive de caminhar algumas vezes embora por poucos metros.

Decidi várias vezes durante esses períodos, que a Maratona estava fora de questão. Mas logo me animava e ainda acreditava e corria, assim como acredito agora!

Depois da prova, doí me tudo, mas mesmo tudo! Nada de lesões que eu sou uma pessoa de sorte e correr 30 km depois de estar 15 dias parada parece não me ter feito mossa por aí além.

No entanto, depois de cortar a meta, comi banana, bebi água e isostar e comi 2 bolachas, e pouco depois começaram as náuseas que tão bem conheço sempre que o esforço que faço é maior do que aquele para o qual estarei minimamente preparada. Ao chegar a casa depois de uma viagem de carro agoniada...acabei por vomitar tudo! Litros e litros de água e isostar com banana diluída e vestígios de bolacha. Litros de vomitado, cuja primeira golfada não teve tempo de acertar no local certo!

Depois...depois...algumas horas depois estou bem!

E faltam 3 semanas.

E para ajudar a recuperar desta aventura de hoje, acho que amanhã vou calçar os ténis e correr!

Sim, porque continuo a acreditar que conseguirei cortar a Meta da Maratona no dia 3 de Novembro.

E desta vez faço ao contrário! Levo os ensinamentos da Vida, as provas que já dei, as vitórias e metas que alcancei na Vida, nas mais diversas áreas e levo-as para a Maratona! Se já tanto ultrapassei e venci nesta Vida, não vou ser capaz de fazer a minha 5ª Maratona?!

Como me disse hoje um amigo que muito considero: "Fazer a Maratona não vai custar nada. custa mais, isso sim, enfrentar a Vida" 

Com o meu amigo Fernando Sousa, que me acompanhou nos kms antes da prova 
Partida dada

A meio da prova



A poucos metros da meta

Meta cortada, cronómetro desligado

Ninguém à vista... no espaço para descansarmos e tirarmos o chip de controlo

No fim, eu e o meu pai
Pelo meu pai...

Fotos da Meia Maratona Ribeirinha da Moita na AMMA - Atletismo Magazine Modalidades Amadoras

E mais fotos, pela "A minha Corrida", aqui

e também do CCD Alvitejo, aqui

Talvez aqui volte para falar realmente da Meia Maratona Ribeirinha da Moita, que foi prova de que gostei e que considero perfeitamente dentro dos parâmetros normais de qualidade pelo preço que pagamos (EUR 5,00)

Até amanhã querido diário

16 comentários:

Joaquim Costa disse...

Olá ANA , POR FAVOR NÃO DESANIME, vamos em frente,quanto aos treinos longos neste momento penso não serem necessários pois já falta pouco.como diz a experiencia vai fazer a diferença , espero que ganhe coragem pois como diz o seu amigo dificil é mesmo a avida actual e não correr uma maratona,bj meu e da Natercia

Sandra disse...

És uma Força da Natureza, e por isso os tais altos e baixos de que falas... compreendo essas oscilações de motivação, faço, não faço... fisicamente tens tudo para conseguir, podes não ter o treino perfeito, mas pernas não te vão faltar. A Força de Vontade vai comandar-te, e se controlares o ritmo bem, vais ver que os kms vão passar uns atrás dos outros, e chegarás feliz á tão desejada Meta! De facto, essa frase do teu amigo é uma estalada que nos desperta: fazer a maratona não é dificil não, difícil é a vida... Pois é, amiga: e vais divertir-te tanto a fazer esta maratona, porque queres muito fazê-la, pensa que vão ser 42 km e uns trocos de felicidade! Ânimo, e bons treinoa atá lá :) Beijinhos

Jorge Branco disse...

Bem "Pikena" o que é que eu vou dizer aqui?! Vou ser realista ou apenas tento animar a "Pikena"?
Bem sejamos realistas: como sabe melhor que ninguém esse treino não podia ser mais errado. Longa paragem e depois um bruto treino em cima para "compensar" o que não se fez!
Se a preparação da para fazer a maratona? É capaz de dar se pensar que tem 6 horas para fazer a prova... Agora o que acho mesmo complicado é essas incertezas todas que tem na cabeça quando ao fazer ou não a prova.
Para mim um dos aspectos mais fundamentais na preparação para a maratona é uma forte vontade em fazer a mesma. Quase se tem de viver como se fosse uma obsessão durante os meses que treinamos para ela.
Tenho sempre muito medo das situações em que as pessoas se metem a treinar para a maratona a meio gás sem uma forte vontade de fazer mesmo os 42,195 km.
A sua ausência de treinos é mesmo reveladora dessa falta de vontade pois quem tem a maratona na cabeça consegue treinar seja em que situação for.
Mas cada um é como é e há muito boa gente a conseguir correr os 42,195 com um treino muito anárquico e até muita ausência do mesmo. Eu não seria capaz mas desejo, fortemente, que no seu caso lhe seja possível!
Desculpe-me o "sermão" mas alguém tem de fazer o papel de "mau da fita". Ser amigo não é só dar palmadinhas nas costas ´mas é, sobretudo, falar com franqueza.
Beijinhos.

Bons Km disse...

De novo aqui, concordo com o Jorge, pense bem Ana, e cuide-se, é mais importante prestar atenção a sua saúde do que submeter o corpo a uma tortura apenas por orgulho de não desistir, sempre terás outra oportunidade de completar essa maratona, mais motivada e preparada.
Beijos
Boa semana
Espero que já esteja bem melhor.
Ju

JoaoLima disse...

Olá Ana

Tens que seguir o que o coração quiser.
Se é mesmo a Maratona que queres, força que conseguirás!
Mas, como sabes tão bem, se não fores motivada...

Força para a melhor decisão que nós estamos aqui para te apoiar, seja o que for que decidas

Beijinhos

JH disse...

Olá Ana,

Este ano estou no mesmo barco que tu, aliás já tinha desistido de a fazer, quando na sexta feira decidi ver como estava. Havia mais de 6 meses que não corria mais de 11 Km (a ultima vez que corri mais foi uma meia em Março...)e ontem Domingo fu fazer(não correr...) 22 Km. E decidi que estarei na partida. Decidido a enfrentar mais uma vez os 42.195 m. Se quiseres posso acompanhar-te, desta vez é-me igual acabar em 4 ou 6 horas. Tentarei simplesmente chegar ao fim. Por que vais desistir antes de tentar? Bem ou mal preparaste-te, só tens que aproveitar esse treino, verás que te vai ser útil no dia 3 de Novembro. Bem já me "espraiei". Continua, sorte e vemo-nos por lá. Beijinhos. J

Jose Xavier disse...

Ana,

Tens apenas 3 semanas, até ao Porto!!. Mas estas vão ser importantes. Mantém uma motivação positiva, mantén uma boa serie de treinos longos 3 x 25 km + 4x de 2 horas e 1/2 a baixo ritmo. Isto para os próximos 15 dias é fazer algo que vai recuperar um pouco "o teu tempo perdido". E vais ver que vais conseguir!!! Vá lá Força aí..!! beijinhos dos Xavieres...Bamos ao Puerto..!!

Anónimo disse...

Olá Ana,

Gostei muito do treino inicial dos quase 10kms... os restantes, bem, acho que também foram bons para as tuas perninhas...querem ir à Maratona por isso faz-lhes a vontade tá?
Agora, sugiro-te que pares durante uns dois dias...no fim de semana faz mais uns valentes kms (Sábado 15 e Domingo 35 a um ritmo de 6' a 7'/Km). Depois descansa mais um ou dois dias. Às quintas-feiras tenta fazer séries longas a 5'30''/Km.
Se não treinares também não faz mal. No dia da Maratona podes sempre começar por dar tudo...ou vai ou racha...começas perto do teu máximo e vais até onde der...depois quando estourares, paciência, andas um pouco. Quando o coração ou melhor as pernas quiserem, retomas o passo de corrida...talvez assim consigas um bom resultado e chegues ao fim menos cansada e mal disposta. Não é este o método de "In" and "Out"? Eu acho que também vou adoptar o sistema de ou vai ou racha. Vou dar tudo no início em que a parte inicial do percurso a descer ajuda. Não me interessa se é errado fazer isto, quanto mais depressa chegar ao km 30 melhor...depois mesmo que faça o resto a andar, e até apreciarei melhor a paisagem, nunca demorarei mais de 2h. Se tiver 2h10' ao km 30, acabarei a Maratona em cerca de 4h10'...é uma boa né?
Apenas uma palavra de agradecimento à tua amiga Alice Basílio que me acompanhou cerca de 17 kms e me pareceu muito simpática, tenho pena de não ter conseguido chegar com ela até à meta mas começou-me a faltar o gás. Julgo que ía a fazer um treino mas mesmo assim parabéns pela prova que fez.

Bjs.
Fernando Sousa

Corre como uma menina disse...

Penso que tu, melhor que ninguém, e com a experiência que já tens, saberás decidir a tua presença na 5ª Maratona.
Se és capaz, não tenho dúvidas!

Beijinhos

Vera, a Loira disse...

Parabéns por mais esta maratona, quem me dera correr tão bem como tu, correr é coisa que não consigo muito bem, um dia destes começo a treinar.

Eugenia Do Vale disse...

Olha eu nem sei que te diga, para já não digo nada..
Força amiga!....
beijinhos

João Pedro Pereira disse...

Olá Ana. Estive lá de bicicleta a fazer acompanhamento "infiltrado". Ainda te avistei ao longe mas não consegui retornar para trás para te ir cumprimentar. Parabéns e bons quilómetros. :D

Anónimo disse...

Coragem e treino. Só uma correção, a Meia da Moita foi 5€ a inscrição. FORÇA

Bons Km disse...

Ana, força, espero que esteja bem e treinando, estou torcendo por ti, aqui de longe. Beijinhos

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Obrigada a todos e especialmente ao anónimo. Valor corrigido. Muito obrigada.

Henriqueta Solipa disse...

Minha amiga... como te entendo!!! Mesmo, mesmo :-)

Não vou escrever muito, mas vou transcrever um pensamento e com ele vai o que eu te quero transmitir:

"A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos." Charles Chaplin

Boa sorte para a Maratona e vou estar a trocer por ti :-)

Beijinhos