Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Corrida do Sporting

Realizou-se hoje, 16 de Outubro de 2011, a 1ª edição da Corrida do Sporting. Uma corrida que responde a uma procura cada vez maior e que preenche vários requisitos para ter sido o sucesso que foi.

Um clube de 1º plano nacional, que como tantos outros aposta maioritariamente no futebol, Sporting Clube de Portugal, com apoio técnico profissional da HMS Sports Consulting, e com diversos apoios empresariais de vulto, disponibiliza o seu Estádio e suas infraestruturas para organizar uma Corrida. E fá-lo de forma inteligente e comercial, onde acções de marketing bem direccionadas atingiram um bom nível de participação e de satisfação de todos.

Valor de inscrição a partir de EUR 10,00, para não-sócios do clube, informação em site próprio, muito boa organização no geral, salientando-se a facilidade de inscrição e comunicação, regular entrega de dorsais (nos 2 dias antecedentes à prova - não se entregavam dorsais no dia da prova), as várias provas para os mais jovens antes da prova principal, a partida ordeira e pontual, com excepção para um afunilamento poucos metros depois da linha de Partida, a animação, a segurança, o trânsito completamente cortado, o percurso bem sinalizado e com quilómetros marcados, os 2 copiosos abastecimentos de água durante o percurso, permanente assistência médica, a chegada apoteótica dentro do Estádio José Alvalade, bem junto ao relvado, os prémios de presença: t-shirt técnica de extremo bom gosto, salvaguardando as cores básicas do clube (branco, verde e preto), a medalha igualmente bem conseguida e seguindo o mesmo princípio, o saco à chegada com 2 garrafas de água, 1 de bebida isotónica e uma maçã. Massagens disponíveis, assim como limonada no final.Controlo por chip. Troféus aos 3 primeiros classificados da geral, quer no sector feminino quer no masculino.

Tudo muito bem organizado, ressalvo no entanto o facto das medalhas estarem em caixotes e serem dadas em mão, em vários pontos arbitrários dentro do espaço entre a linha de chegada e a saída, e se não havia o risco de se sair de lá sem medalha pois na saída havia mais caixotes com medalhas e todos por lá eram obrigados a passar, já a realidade de se sair de lá com 2 ou 3 ou mais medalhas, era bem possível caso a seriedade dos atletas fosse duvidosa, com a provável consequência de não haver medalhas para os últimos.

Terminaram a prova 3320 participantes. As classificações foram colocadas on-line muito rapidamente assim como Diplomas personalizados com nome, tempo e classificação.

1º Carlos Silva, do SCP Atletismo, com 30:10
2º Rui Silva, do SCP Atletismo, com 30:28
3º Ricardo Val, do Braga, com 30:38


Nas Mulheres:

1ª Carla Rocha, do SCP Atletismo, com 33:45
2ª Sandra Teixeira, do SCP Atletismo, com 35:33
3ª Joana Costa, do Braga, com 36:49



Classificações e Diplomas no site da Corrida do Sporting
Fotos da Corrida do Sporting na:

AMMA - Atletismo Magazine Modalidades Amadoras 

Da Mafalda, do blogue de João Lima, também perto de mil fotos


Do CCD Alvitejo

Do Carlos Lopes

Do Praticante

E agora, a Maria e a Corrida do Sporting

O pai. Outra vez e sempre e cada vez mais o pai. Correu completamente por e para ele. Depois de uma semana parada, sentiu uma vontade louca, uma energia em forma de chama vermelha vestida dos pés à cabeça, e correu a Corrida do Sporting. Admirou o Estádio, não gostou do amarelo à mistura com o verde, a lembrar Brasil quando o Sporting é verde e branco, admirou a relva, a boa organização, as ruas de Lisboa e o seu próprio coração. Batente. Forte. Como o do pai agora que bate à força de energia alheia. Em cada passo de energia gasto, outro ganho. Com força. Sentiu-se com muita força. Vontade férrea mas sensação ilusória a lembrar que não há milagres e que correr uma vez por semana como ela tem feito desde há muitas semanas a esta parte, não dá forma a ninguém, só tira, e por volta do 7º quilómetro, sofre. Ainda assim a quebra é pequena no ritmo, mas sofre a Maria. Misto de dor e prazer. Até entrar no Estádio e ouvir a música e o speaker a anunciar mais uma mulher... que tanto poderia ser ela como outra qualquer, e avista já o pai, à esquerda encostado ao pórtico, de máquina em punho, e sorri-lhe e levanta os braços fazendo "vitória" com os dedos, e quem a olhasse nesse preciso momento jamais suspeitaria que há um nó na garganta a prender lágrimas que ainda hoje e outra vez não se soltam. Não perguntem porquê. Nem porque as há nem porque não se soltam. A Corrida tem destas coisas. Um fervilhar de emoções em rebelião dentro de um corpo só. Às vezes é demais.

Até amanhã querido diário

Marcou o meu Garmin 9,830 Km, tempo de 51m29s média de 5:14 / Km

Algumas imagens:
O meu pai, no lugar mais elevado e importante da Corrida. Para mim, como é evidente...
E eu, a brincar aos atletas
No meio da molhada, instantes antes da Partida, com Sandra, João Lima e um senhor alemão que me abordou perguntando se não era eu que tinha um "site" famoso. Só pude sorrir... e depois dar dois dedos de conversa, com muito gosto
O meu pai já dentro do Estádio José Alvalade, hoje repórter credenciado preparado para fotografar, hoje ainda mais feliz que o habitual, não fosse este o clube do seu coração: Sporting Clube de Portugal, e não houvessem lagartos por todo o lado, de riscas verdes e brancas e outros padrões nas mesmas cores... (foto de Carlos Viana Rodrigues, da AMMA)
Só razões para estar contente: a meta e o meu pai à vista
A alongar, apanhada pelo Fábio Pio

A medalha: frente
...e verso

16 comentários:

JoaoLima disse...

Mais uma excelente crónica aliando o rigor e a emoção!

Beijinhos

Anónimo disse...

Olá Ana,

Desta vez não te vou "bater", não, desta vez dou-te os parabéns pois o tempo que fizeste é bastante bom e para quem não treina...o bichinho atleta ainda está por aí contigo.
Não fui à corrida pois, embora sendo do Sporting achei a inscrição cara, isto independentemente de se ter ou não uma camisola técnica, uma medalha, etc.
A camisola até que é gira bem como a medalha. O Sporting teve boa escolha mas decidi não me inscrever em provas acima de 7€ e que não vão muito para além dos 10 kms... prefiro fazer um treininho e depois ir a uma "tasca" e gastar o dinheiro num bom almoço.
Mais uma vez Ana, parabéns e até...

Bjs.
Fernando Sousa

Alberto Gião disse...

Força, Ana!

Volte aos treinos. Sempre sofre menos durante as corridas....

Saúde da melhor!

Alberto.

alemdorio disse...

Que espectáculo de tempo!...Estás cada vez melhor, assim na Nazaré nem te vou por a vista em cima.
jinhos eugénia

bluewater68 disse...

Ana, pelo que tenho lido nos vários blogues, já reparei que para o mesmo tipo de provas, há valores de inscrição para todos os gostos, ou à vontade do freguês. Agora, quando foi a maratona de Faro, eu fiquei perplexo com o valor de inscrição para a meia-maratona e mais ainda para a prova mais pequena (de 8 ou 14Km, não tenho a certeza). Qualquer coisa como 20€ nos últimos 15 dias e 30€ na véspera. Por exemplo, a do Guadiana são apenas 5€. Esta, a comparar com outras, tendo em conta que dava direito a camisola, medalha e saco com bebidas e fruta, nem considero caro. Mas saliento, quando comparada com outras corridas.
Li também que uma curva logo no início da corrida provocou um afunilamento que atrasou o andamento de muitos. Foi o ponto negativo desta corrida?
Muitos parabéns pela prestação na prova e pela forma contagiante como a alegria e emoção na participação da mesma é relatada, em particular, a parte final de entrada no estádio e cruzar a meta

Zen disse...

Bora lá Maria!

E vivó Sportingue!!!

Boa recuperação.

Beijinhos

Sergio disse...

Ana
Belo relato! Certamente a melhor vitória é ter seu pai a teu lado. Seu tempo está muito bom para quem treina, como você diz, 1 vez por semana. É a tal memória muscular!
bjs do Brasil,
Sergio
corredorfeliz.blogspot.com

ana paula pinto disse...

Gostei muito! Mas continuo a ser benfiquista:-) vá-se lá saber porquê:-)))
Beijinhos

(agora vou ver as fotos da Mafalda)

elis disse...

ana!!!

parabéns!!!

sempre esse relato gostoso de ler... a corrida da maria;)

me toca muito esse amor, esse carinho que você tem pelo seu pai!
muitos anos de vida e de saúde a seu pai! que ele possa acompanhá-la em muitos e muitos desafios, sempre registrando seu sorriso lindo e sua alegria de viver, essa chama vermelha que te veste dos pés à cabeça;)

você corre muito bem, ana!
e fico pensando: nossa, e se ana conseguisse treinar umas 3 ou 4 vezes por semana? ela seria capaz de correr esses 10km abaixo de 45min, de certeza!

parabéns!!!
bjs

Sandra disse...

Querida Maria, também me deixas tu a mim com um nó na garganta, quando de forma tão ternurenta falas do teu pai. Quanto amor e dedicação lhe tens! Lindo, mesmo...! Fizeste uma prova brilhante, podias fazer melhor se treinasses mais, sua malandrinha! Tenho a certeza! Mas o importante é correr com alegria!
Beijinhos!

joaquim adelino disse...

Ai o coração da "Maria", como eu te compreendo Ser emocional. O gesto bonito que não paga aquilo que o Melro representa, mas ajuda muito e por isso o coração explode porque não fala e ás vezes somos impotentes a dar largas a esse sentimento. Mas o Melro percebe isso e a forma de a compensar é poder estar sempre por perto, isso basta-lhe, com a sua ou outra energia qualquer.
Depois da Meia da Moita e da "greve" aos treinos, melhor não se podia esperar, mas não devemos facilitar!!!!!!!

Carlos Lopes disse...

Olá Ana

Parabéns miga... e que pelo texto... qualquer dia, cronicas da Ana na Sportv :).

Gostei muito rever.. um beijo

João Paixão disse...

Só discordo no "bem organizada", Ana. Aquele funil na partida não lembra a ninguém... Boa prova

Fábio Pio Dias disse...

Mais uma excelente página do Diário " da mulher que ama correr" com a qualidade habitual a que já nos acostumou!

Apesar de 110% Benfiquista, nada a apontar a esta prova organizada pelo clube rival ***** estrelas e sendo assim no próximo ano lá estarei presente no covil.

Até domingo,
Fábio

Mário Lima disse...

Olá Ana

Foi uma prova bem organizada mas cada vez temos que fazer escolhas. Há muitas provas, as inscrições começam a ser exorbitantes e não se pode ir a todas.

O Sporting está de Parabéns, os simpatizantes tiveram uma demonstração que a prova, fora aquele início, tem 'pernas' para andar e com o carinho demonstrado por si ao seu Pai embora de outra cor clubista, é sinal que no desporto e na vida tudo deveria ser assim, o respeito pela diferença.

Para quem diz que não treinado e com aquelas subidas e descidas no Campo Grande até que nem foi mau o tempo conseguido.

Para si e para o Grande Leão vai aquele abraço!

Mayumi disse...

Olha, a fita cerde amarela da medalha! Parece bandeira do Brasil!
Parabéns pela prova!