Pesquisar neste blogue

terça-feira, 6 de setembro de 2011

24ª Corrida do Avante

Integrada na 35ª Festa do Avante, realizou-se pela 24ª vez a Corrida da Festa no passado dia 4 de Setembro de 2011. Com partida e chegada junto ao recinto da Festa, na Amora, a prova levou os atletas até ao Seixal, sempre junto à Baía, contornando-a, a qual emprestou à prova um cenário muito bonito.

Bastante minimizado mas não eliminado o habitual problema de grande congestionamento na zona da partida e principalmente da chegada, com os próprios atletas que já cortaram a meta e autocarros com visitantes da Festa, a estorvarem os atletas ainda em prova, cenário característico de edições anteriores, este ano a prova esteve bastante bem.

Saliente-se as inscrições gratuitas, um percurso belo, plano e bem sinalizado, marcação de quilómetros, trânsito cortado (com excepção da zona da Festa com os já mencionados autocarros), suficientes abastecimentos de água, e temos uma excelente corrida, ainda que se possa melhorar a questão do controlo no retorno que foi feita por entrega de fitas e o fluxo constante de atletas a encher a estrada dificultou ou mesmo impediu a eficácia desse controlo, não sendo pequeno o número de atletas que lá passaram e não apanharam a fita, não tendo por isso deixado de cumprir todo o percurso. Igual ponto a melhorar, seria uma zona de partida/chegada, mais ampla, mas é compreensível a dificuldade se não se quiser afastar a Corrida da Festa.

Uma t-shirt como prémio de presença e um diploma que dava acesso gratuito ao recinto da Festa do Avante, onde se podia assistir ao Comício com a intervenção de Jerónimo de Sousa, Secretário-geral do Partido Comunista Português, a debates, manifestações culturais e vários concertos.

A prova teve uma participação muito para além do milhar de atletas e de uma forma geral está toda a organização de Parabéns! Eu participei e fiquei muito satisfeita, e bastante surpreendida pela positiva face a experiências menos boas em edições de há uns anos atrás.

Ana Pereira


mais algumas imagens:
Fotos de Joaquim Ferreira, que fez uma magnífica reportagem fotográfica da prova, que pode ser vista no seu blogue. Para ele os meus agradecimentos e Parabéns. Excelente "trabalho"!



A minha Corrida

A minha Corrida é como a de toda a gente: é sempre um "show"! O António correu comigo do princípio ao fim e se ele puxava, eu com mais ou menos dificuldade, respondi e não o larguei.

Fizemos os 11,420 Km da prova em 1h00m43s, média de 5:19 / Km

Fiquei contentíssima de ter aguentado e não ter quebrado, e de ter conseguido arrastar o meu pé envolvido em meia elástica. Piorou com a corrida, mas já está melhor de novo agora.

E agora... agora espera-me sábado a 35ª Meia Maratona de S.João das Lampas! Como? Assim, como estou! Conto partir, correr e chegar. Se conseguirei e em que condições o farei (ou não) só se saberá depois...

Por isso... aguardem-me pois...

E entretanto, uma boa semana para todos

5 comentários:

JoaoLima disse...

Ana, as Lampas vais fazer com uma passada após a outra e, quando deres conta, estás na meta!

Até Sábado!

bluewater68 disse...

Boa tarde Maria.
Eu nunca participei numa prova dessas e não faço mesmo ideia sobre a quantidade de gente qu epossa estar ou a confusão que possa existir. Se bem entendi, a confirmação da execução de metade da prova era feita à custa da recepção de uma fita, é isso?
Isto vem também a propósito de ter visto que já estão abertas as inscrições para a Corrida Tejo 2011. Uma prova com uma distância ao meu alcance, mas realizada num local de difícil acesso, pelos 270Km que me separam do local e pelo facto do senhor Vitor Gaspar estar a fazer questão de reduzir ou eliminar as minhas deslocações em território nacional :)
Vi que as inscrições eram limitadas a 10.000 participantes. A dúvida é: quando vocês participam nessas provas, tentam sempre partir o mais à frente possível, para evitar passar depois toda a prova a fazer ultrapassagens e a desviarem-se dos restantes?

Jorge Branco disse...

Não sei se é politicamente correcto mas gostei da bandeira que ilustra este texto!

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

João...uma passada após a outra...isso mesmo. Acredita que será esse o mote! E a ver se me aguento pelo número de passadas que terei de dar durante aqueles especiais 21,0975 Km. Lá nos encontraremos, certo?

Bluewater68...a Corrida do Tejo (tanto quanto sei) tem "zonas" para os atletas se colocarem na partida consoante o seu nível e a marca que será suposto fazerem.
É o que eu tento e acho correcto fazer-se em todas as Corridas: Posicionar-nos de acordo com o nosso nível. Para não estorvarmos os que andam mais que nós, mas também para não sermos nós estorvados por aqueles que andam menos. Nem sempre é fácil acertar, também porque alguns não têm o mínimo de noção do que andam (não andam, mas o problema não é esse) e colocam-se na 1ª linha como se fossem lutar pelo pódio.

Partirmos muito à frente, corre-se o risco de rebentarmos depressa pois mesmo sem darmos por isso vamos nos primeiros metros (ou km) mais rápidos do que aquele que é o nosso ritmo - acompanhando o andamento dos rápidos, e também ser passado por muitos e muitos atletas é desmoralizante. De uma forma geral prefiro partir de trás (porque ando pouco) e vou no meu ritmo, normalmente tendo mais que tempo para acabar por passar todos aqueles que partiram à minha frente mas andam menos. Claro que isto se torna tão mais difícil quanto maior for o nr. de participantes...No fundo, a questão devia-se resumir ao bom senso e respeito do ser humano pelos outros, o que sabemos não ser propriamente fácil de encontrar. E a Corrida é um leque da Sociedade, há de tudo. Desengane-se quem nos (corredores) julga um mundo à parte, porque na Corrida encontra-se todo o tipo de pessoa.

Jorge Branco...não sabe se é "politicamente correcto"?! A bandeira, meu amigo, é SÓ a bandeira do Partido da Festa, precisamente o mesmo que organiza a Corrida da Festa há 24 edições!! E eu gosto! Ponto! Temos a Liberdade de dizermos o que gostamos ou não. Já bastou o tempo da outra senhora. Mas de facto, parece-me que hoje ainda essa "liberdade" está amordaçada. Muitos são os que preferem calar o seu gosto ou opinião para não ferir susceptibilidades de ninguém. E isso nota-se nitidamente por exemplo na quantidade de comentários que um "post" num blogue recebe, se falar de banalidades e se banalidades forem também os próprios comentários. Se o assunto exigir um assumir uma opinião ou postura sobre um qualquer assunto mais sério, a tendência é para as pessoas se calarem.

Beijinho para os 3 e muito obrigada por participarem!

Ana

Anónimo disse...

Olá Ana,

Ana, fizeste um bom tempo no Avante mas nas Lampas acho que o tempo que vais fazer será de 2h. Poderias e estavas apta a fazer 1h55' mas houve a lesão no teu pé, menos treinos e oscilações no peso corporal.
Quanto à bandeira, tudo bem, é gira sim mas poderia ter outra côr. Deveria ser VERDE! A côr da esperança, de um dos meus amores desta vida...o teu pai sabe do que estou a falar pois é dos meus e deve concordar comigo.
Vou enviar um -mail ao Jerónimo para ele pensar numa nova côr para a bandeira do seu partido (vermelho é a côr do sangue, do diabo, do B...) pensando bem também gosto muido do azul... do Belenenses claro. O branco também devia ficar bem com a foice e o martelo a vermelho né? Vamos a votações?

As tuas melhoras (acho que eu é que preciso)

Bjs
Fernando Sousa