Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 26 de março de 2010

A dieta e o treino ou A continuação do trabalho

Não sou menina de ficar satisfeita com um iogurte e uma fatia de maçã ao jantar. Nem me sinto inchada por comer duas ervilhas quando consideraria mais que razoável e suficiente a quantidade de uma única bolinha verde. Tenho de comer! A saciedade física é essencial para a emocional. E vice-versa. Uma sem a outra não existe harmonia. Esta coisa de nos alimentarmos como se déssemos gasóleo ao carro tem muito que se lhe diga. Comer vai muito além do acto de matar a fome para nos mantermos vivos. Um mundo a descobrir, aparentemente simples, mas muito, mesmo muito complexo. E não fosse assim o ser humano: complexo por natureza.

Sou uma mulher de alimento. De muito alimento. Preciso de encher a barriga. O mal muitas vezes é que procuro preencher outros espaços vazios para além do corpo, com comida, quando esta já seria mais do que a necessária para o corpo. E depois... o resultado está à vista. Cresce a barriga e não só. E os outros, os espaços vazios, apesar de entupida em comida, continuam indiferentes à invasão e permanecem vazios.

Quase quatro anos de blogue com temas repetitivos. O peso, a falta de treinos, de motivação, de tempo, etc etc... os dilemas de amor, da falta dele, da força dele, dos sonhos e desejos, enfim... um desfilar de mágoas, pieguices e lamúrias a roçar o enjoo com fortes náuseas a ameaçar o vómito. Já deve cansar! Nem sei como ainda alguém me lê. (Mas alguém lê? - hoje estou optimista)

Lá vem outra vez a comida, as ambições de algo que parece sempre inalcançável, as dificuldades repetidas, engrandecidas até ao endeusamento como se fossem de exclusiva utilização e a tornassem a menina mais infeliz do mundo. Até enjoa. Juro que enjoa. Até a mim.

Pois bem, ainda assim, correndo o risco de ser assim vista - um vómito - (mas o risco de nos verem desta ou de outra forma, é permanente e perfeitamente mutável consoante o receptor), eu ainda cá ando. Correndo riscos.

Uma diferença é que desta vez eu acredito. E quero muito! Vou-me preparar para correr a Meia Maratona do Douro Vinhateiro e vou perder cerca de (é difícil ser exacta) 9 quilos até lá (23 Maio).

Mais alguém acredita? Mas será preciso desde que EU acredite?

E que fiz hoje para isso? Para chegar lá? Sim! Porque isto não é só desejar e vir escrever para o blogue que estamos e somos muito firmes e fortes e seguros de nós, para além de verdadeiros guerreiros lutadores. Há que agir. E hoje foi assim:

Despertador toca às 5:00Hrs, após pouco mais de cinco horas de sono (ohhhh, pobrezinha, não sentem peninha dela? A vida é tão dura para a pequena...) Mas ela acredita que virão dias melhores, (apesar destes - dias - serem BEM BONS!) pois dizem que a Esperança é a útima a morrer, mas ela pensa e repensa e vai supor se morre ela antes da Esperança?! Logo lhe assalta outra frase feita: "Enquanto há vida há Esperança". Entretanto dentro dela guerreiros lutam por vidas opostas. Lutam em silêncio. Num silêncio insuportável. Levantam-se e derrubam-se muros, tão depressa sólidos como se alteram rapidamente para folhas de papel frágil, molhado pela chuva e desfeitos no solo. Posto isto, faz uma pausa na inútil meditação, e igualmente inútil luta, pára com aquilo, salta da cama, equipa-se e sai para a rua para correr.

O ar frio da praticamente ainda noite acorda-a da dormência de ansiolíticos e antidepressivos. Nunca pensara tornar-se uma toxicodependente aos 41 anos de idade.

Ligou o cronómetro e correu.

De novo, apenas um terço de uma Meia Maratona:

7 Km em 42m09s, média de 6min/km

Em cima: a foto do fausto jantar de ontem, bem regado com bom azeite que não dispenso de forma alguma!

NOTAS:


nota 1 : a Alimentção vai óptima: saudável, variada, em quantidade moderada e evitando alimentos muito calóricos

nota 2: Não se emagrece a passar fome! Eu como! Bem! Muito bem! Melhor do que quando ando a engordar! Juro! Juro mesmo! E juro porque simplesmente é a Verdade, e um Aquariano que se preze não mente! (a não se que seja mesmo preciso...)

nota 3: amanhã é dia de pesagem


nota 4: o exercício ainda não entrou nos eixos, anda curto e preguiçoso... pouco frequente, pouco intenso... de fraca duração... como se pode ver neste blogue pois está todo cá, mas isto vai com calma, apesar de já não ter muito tempo para ter assim tanta calma...

nota 5: Fecho a semana. A partir de amanhã faltam apenas 8 semanas para a Meia Maratona do Douro Vinhateiro. Obrigatória e voluntariamente, a postura em relação aos treinos vai ter de ser outra!

6 comentários:

horticasa disse...

Olá Maria!
Mais uma vez cá estou para te convidar para treinar comigo... quando quizeres.
Pois eu também ando à volta dos 7Km o que é pouco, mas como a minha perna não me deixa correr muito, eu acho que já bom.
Vamos a constancia???
Quanto à comida! É, somos mulheres de muito alimento, também não me contento com qualquer coizinha, tem que ser um bom prato.
beijo
Até breve
eugenia

José Xavier disse...

O mais importante não é deixar de comer.
Reduzir a quantidade é algo importante. O que é importante é combinar bem os ingredientes ( os que estão na foto estão muito bem!).
Depois a regra é tentar desgastar mais calorias ( no treino) do que aquelas que absorvemos (na alimentacão).

Com calma e persistência os resultados vão aparecer.

Eu também tenho o mesmo problema...em especial nas férias em Portugal, não consigo resistir a tanta tentacão gastronómica.

Um abraco
dos Xavier's

Dani disse...

Oi Ana. Lendo o seu post me indentifiquei inteiramente com vc. Também adoro comer e estou lutando comigo pra deixar de comer besteiras (o meu ponto fraco). Preciso emagrecer pelo menos 2 quilos ainda.
Bjos,
Dani

Mité disse...

ôi amiga
Até que te acho piada com as tuas dúvidas e certezas, "hoje estou gorda, vou emagrecer, sou feia...
Já fazem parte do teu encanto, não fossem estas dúvidas existênciais
perigosas para o equilibrio que deves ter para viver uma vida mais
intensa e menos questioanada

Eu aqui com os polegares para cima acompanho-te sempre
Vais conseguir o que queres , seja lá o que fôr...

Força !!!!

Adoro-te Beijocas amigona

Henriqueta Solipa disse...

"Usa a capacidade que tens. A floresta ficaria silenciosa se só o melhor pássaro cantasse."
(Oscar Wilde)

Beijinho e prá frente é que é caminho!

Kim disse...

Parabéns!!!
Menos 2,5Kg!!!
E com esses cuidados alimentares temos mulher para a meia do Douro!!!
Eu também tenho que arrastar mais 10 kg do que devia. Enfim...
Beijinho