Pesquisar neste blogue

domingo, 30 de abril de 2006


Domingo, 30 de Abril de 2006 - O Troféu

Acordo cedo e vou fazer o meu treino, conforme estava combinado.

14 km que demoraram 1h14m34s a percorrer, em pleno areal da Costa da Caparica!

Foi o Corre Praia, prova que se aproveitada para treinar é bestial. Bastante participação o que me permitiu fazer um belíssimo treino com alguma companhia agradável.

Adorei ver o Álvaro a apanhar conchinhas à beira mar, durante a prova à minha frente, quando já me tinha abandonado para ir para a frente namorar, no início da prova, até ser ultrapassado por mim e gritar-me lá de trás agora:

- Este é o teu Troféu!! …..Se ficares à minha frente!

No fim (ficou mesmo atrás de mim) ofereceu-me a mais majestosa (? – opiniões), que educadamente lhe devolvi, pois os restos mortais daqueles animais, ainda cheios de algas e porcaria, não é coisa que encante.

- É uma espécie muito rara! E está quase inteira!

- Ainda bem Álvaro, guarda-a! – respeito o seu interesse, mas o meu melhor Troféu ganho hoje, já ninguém mo tira!

O piso era excelente e o mar sempre ali ao lado fazem desta prova uma coisa a preservar, embora careça de sérios e graves problemas organizativos.

Senti-me bem. Fui cautelosamente até ao retorno, e a partir daí dei o que pude, ainda com alguma cautela. Consegui manter esse novo ritmo até final, o que me permitiu passar umas cinco mulheres! É que mesmo a “treinar” a competição está sempre lá!

Em média, fiz 5m20s o quilometro, o que nem é bom nem mau, mas tendo em conta que me senti razoavelmente bem, que a prova tem 14 km, e que a 2ª metade foi mais rápida que a 1ª, considero uma média muitíssima boa! Estou no “Caminho”!!!

4 comentários:

aleddd disse...

A Ana tem imaginação demais...Além de desbocada!
Essa de ter ido para a frente namorar...Por favor, fama sem proveito, não!
Então, enquanto a acompanhei, se alguém da frente dissesse que eu fiquei para trás a namorar...?!
Ou, quando ela me ultrapassou, alguém detrás dissesse que ela foi para a frente, para namorar...?!
Mais tento nessa língua, tá?
Álvaro

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Oh Álvaro! Não era para ofender!
Imaginação demais? Não concordo, pois ela está em constante desenvolvimento (felizmente!)

Namorar é também: cativar, afeiçoar-se a, agradar-se de, sentir enlevo por. Namoramos muito mais vezes do que aquilo que supomos! E podemos perfeitamente "namorar" um indivíduo do mesmo sexo, ou um objecto, ou até uma actividade, sem estar implícito uma relação mais lasciva. Compreendes?

Referes "...e se...e se...e se... alguém dissesse..."
Meu caro amigo, se me preocupasse o que os muitos alguéns dizem e pudessem dizer, nem saía de casa e mesmo em casa, nem me mexia!

Ter tento na língua? Sempre Álvaro!Só quando me descuido, e nesta mensagem, não foi o caso de certeza. Mas se te sentiste melindrado, peço aqui publicamente as minhas desculpas sem no entanto retirar o que escrevi, pois não vejo razão para tal.

Um beijinho, Amigo, e descontrai

Ana Pereira

Anónimo disse...

Olá Ana


Realmente existem pessoas a quem nada se pode dizer. Anda muita gente nervosa, nem parece que se dedicam à corrida né?
Ana, parece que tens feito ginástica e está em forma. Até...
Ananás

Anónimo disse...

né? meu caro amigo né?
tudo caras inteligentes né?

maça podre