Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Dia Um

Se vocês não me conhecessem e se eu própria não me conhecesse, eu podia vir aqui hoje dizer entusiasticamente que hoje é dia um, o primeiro do mês de Outubro e que os dias um são sempre bons dias de recomeço, que estou cheia de vontade de mudar o estilo de vida que tenho levado nos últimos dias, semanas, meses, anos, que tenho vontade de recomeçar a correr, de querer perder peso uma vez que o que tenho é excessivo, que tenho vontade de fazer alguma coisa por mim, etc e tal, que estou pela milésima a renascer, a redescobrir-me, etc e tal e outros afins. Podia dizer que agora vou lutar, vou mudar, etc e tal. Podia dizer que agora é que é! Podia. Podia vir aqui dizer isto tudo e implorar disfarçadamente (mal disfarçada claro!) por palmadinhas nas costas e palavras de apoio que não duvido me dariam com a maior das sinceridades próprias de uma noite de fim de Verão em frente ao computador, entre olhadelas na "Casa dos Segredos", uma telenovela qualquer e as visitas aos inúmeros blogues.

Mas não, eu hoje já não renasço. Hoje, eu progrido, avanço continuamente em cada minuto do dia e em cada dia que passa. Tenho perfeita noção disso. Não há renascimentos neste velho corpo. Ele já está desperto há bastante tempo, apesar de gordo e de não correr há semanas. Euforias histéricas já não fazem parte dos meus dias. Vivo com uma serenidade diferente de há uns anos atrás. As coisas já não são tão dramáticas e aceito os meus defeitos e limitações. E Correr é bom, muito bom, e pesar 58 Kg também é (seria) espectacular, mas de coisas dessas já não depende a minha felicidade e o meu equilíbrio.

Hoje, sei que se correr, muito provavelmente me vou sentir muito bem por isso, mas se não correr e tiver uma outra actividade qualquer (ou mesmo nenhuma), também me vou sentir tão bem ou até melhor! Mesmo com os meus 69,1 Kg que hoje peso. Mesmo sem correr há 3 semanas (desde a Meia de S.João das Lampas).

No entanto não esqueço nem menosprezo o prazer que a Corrida dá. Pela Corrida em si e pela forma e disposição que nos faz ter depois, para todas as outras actividades do nosso dia. Conheço bem esse efeito. Conheço e aprecio-o sobremaneira ao ponto de por vezes pensar que preciso dele. Por isso, a Corrida continua a ser importante. Muito importante. Mas assim, à minha maneira: quando me apetece! Quando quero! Quando "posso". Quando o factor prazer ultrapassa todos os sacrifícios que se terão de fazer para ir correr. De outra forma, deixa de fazer sentido. Talvez este seja o meu caminho certo e eu esteja finalmente nele.

E hoje, porque me pediste, queres a camisola, queres a medalha e queres ver-me correr e porque é o teu clube, eu vou ter de me inscrever na Corrida do Sporting.

Quinze euros, caraças!!! Até dói!

Obrigada pai! Lá estaremos de novo!!
Corrida do Sporting - 2011


E por isso hoje a rapariga foi correr! "Treinar para o Sporting", disse com a sua alma de Benfiquista, e correu 5 Km, 31 minutos! Magnífico! Daqui a 2 semanas temos então o Sporting... são 10 Km. E ela lá estará a correr. E o pai lá estará para ver!

18 comentários:

S* disse...

Corrida do sporting, uma prova a valer.

Pizza disse...

escrevi-te no fb :D

horticasa disse...

Bom dia Ana, sê bem vinda de volta...
Há tanto tempo que não me visitavas, ainda bem que vais correr, obrigada pela visita e eu vou continuar aqui... manda vir.
beijinhos
PS: Cheguei a pensar que tinha feito algo errado contigo...

Anónimo disse...

Deixa lah... Eu tambem vou ha corrida do sporting e sou portista.
beijos
:) :) :)

Joaquim Costa disse...

Isso é que é coragem.é isso mesmo o importante é ser feliz .Agora em tempos de crise pagar 15 euros para correr 10km ....!nossa .., concerteza que o Pai vai adorar e isso não tem preço . bons treinos.

MPaiva disse...

Ai que prazer
não cumprir um dever.
Ter um livro para ler
e não o fazer!
Ler é maçada,
estudar é nada.
O sol doira sem literatura.
O rio corre bem ou mal,
sem edição original.
E a brisa, essa, de tão naturalmente matinal
como tem tempo, não tem pressa...

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.

Quanto melhor é quando há bruma.
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!

Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças,
Flores, música, o luar, e o sol que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

E mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças,
Nem consta que tivesse biblioteca...

Luciana disse...

Olá!
Já te disse que adoro a maneira como escreves e metes todas essas emoções e sensações nos textos. Já te disse e volto a repetir! São textos como este que mexem comigo.

*Corrida - fazes muito bem em ouvires os pedidos do teu pai :)

Beijinhos grandes

Corre como uma menina disse...

Deixa-me que te diga que é uma boa prova para o teu regresso às corridas! ;p Também estava a pensar ir, mas deixei passar a altura do preço mais baixo e €15 já me custam a dar... Vamos ver como me sinto até lá.

Beijinhos e que seja uma boa corrida. Para ti, que a corres, e para o teu Pai, que fica orgulhoso!

Joana disse...

E estou certa que vai valer muito a pena :D Vou ver se o meu namorado alinha na corrida, afinal ele é do Sporting e tem corrido bastante ultimamente :P

Beijinhos e tem uma bom resto de semana :D

Ms Harkins disse...


Hummmmmmmm, podes até parar de correr (por uns tempos), mas por favor não para de escrever no blog :-)

De corrida em corrida, segues correndo!

Bjs

Jorge Branco disse...

Bem o meu "problema" é outro: se paro de correr (correr não falo em treinar e fazer provas que é outra coisa!) fico com um mau feitio dos diabos e muito irritado!
Estou mesmo viciado nisto!
Por exemplo depois das Lampas reduzi o treino e fiz uma certa descompressão que o esqueleto já não aguenta muito.
Mas se recupero o esqueleto o cérebro entra em ebulição com a falta da corrida!
Viciados são assim!
Quanto à Corrida do Sporting se a "Pikena" não pudesse ir eu participava na prova só para oferecer essas coisas que o seu pai tanto gosta! Não era a mesma coisa que ser a filhota a conquista-las mas sempre era melhor que nada!
Beijinho

Fábio disse...

O importante é não desistir... se é apenas continuação ou sempre um recomeço, mantenha-se motivada...

Fábio
www.42afrente@blogspot.com

João António Melo disse...

Olá, faz muito bem em ir e oferecer a camisola ao seu pai, além de fazer o que gosta...correr! Por lá nos encontraremos, se calhar. Parabéns!

elis disse...

o bom da corrida é que a gente só tem que dar uma chance de deixar o vício tomar conta:)
depois que ele toma conta, até quando dói é bom:)

corre, menina:)
corre e conta, que seus contos são uma delícia;)

bjs

Henriqueta Solipa disse...

Correr mais depressa ou mais devagar, seja o que for....

Por uma lado (o meu lado mauzinho heheheh) ainda bem..... pois sou sportinguista!
Mas não, não vou dar 15,00€ ao Sporting....

Ana, por ti, pelo teu pai desejo que tenhas uma excelente prova.... dentro do possível...e o possível é ser-se feliz a correr!!!

beijinho

Henriqueta Solipa disse...

Correr mais depressa ou mais devagar, seja o que for....

Por uma lado (o meu lado mauzinho heheheh) ainda bem..... pois sou sportinguista!
Mas não, não vou dar 15,00€ ao Sporting....

Ana, por ti, pelo teu pai desejo que tenhas uma excelente prova.... dentro do possível...e o possível é ser-se feliz a correr!!!

beijinho

Artes da Velha disse...

Parabéns pelo texto!!

Confesso que me identifiquei com ele :)

Bjs

Bento Quaresma disse...

filha de Leão sabe correr........