Pesquisar neste blogue

sábado, 26 de dezembro de 2009

7ª S.Silvestre de Gaia



Organizada por várias entidades, entre elas a Câmara Municipal de Gaia e a Gaianima, realizou-se hoje a 7ª S. Silvestre de Gaia.

Com a prova principal a anunciar 10 km, uma Mini e Caminhada de 4 Km e uma S.Silvestre da Pequenada, reuniram-se centenas de atletas para correr ao fim deste dia de Inverno soalheiro, num percurso praticamente plano à beira Douro.

Com uma taxa de inscrição de Eur 3,50 para a prova principal, foi proporcionada uma prova bem organizada e com poucos reparos.

Levantamento de dorsais sem irregularidades, ambiente festivo, pontualidade nas partidas, um percurso bem sinalizado, apesar de não corresponder à distância anunciada (é superior), falta de marcação de quilómetros, total corte de trânsito, segurança garantida, bom acompanhamento de prova, abastecimentos suficientes, posto de controlo na viragem, algum público, muito boa recepção na meta, com chá quente e bolo-rei, e um admirável azulejo e t-shirt de boa qualidade para todos para além dos prémios monetários e taças, atribuídos por classificação.

Uma prova que provavelmente deixará vontade de voltar à maioria dos participantes, e que foi sem dúvida mais uma edição de sucesso.

Parabéns pois a todos os envolvidos no evento.


A minha S.Silvestre de Gaia ou a prova 100 imagens

Às vezes sou egoísta. Às vezes não. Hoje não fui.

A minha forma é neste momento, sem forma apenas. Ainda assim, movida por forças conhecidas e desconhecidas, inscrevi-me e corri. Como habitualmente nos últimos tempos, sem treinos, posso dizê-lo sem falhar muito à verdade.

Impulsionada por ele para estar aqui hoje, corri com ele. Com um prazer intenso e renovado que não sentia há muito, corri ao seu ritmo que é ligeiramente mais lento que o meu neste momento, o que é perfeitamente justificável pela sua vida inteira de sedetarismo e absoluta estreia no mundo das provas.

Partímos de trás como seria sensato. E sensatamente corremos devagar. A um ritmo confortável que me permitia falar facilmente e forte o suficiente para não sermos atropelados pela ambulância que nos acompanhou rugindo baixinho até sensivelmente ao km 9, altura em que passámos duas atletas.

Este distanciamento do pelotão permitiu-nos gozar de uma calmaria reconfortante repousando o olhar sobre um Douro calmo espelhando a magnífica cidade do Porto iluminada.

Uma prova cómoda, calma, de conversa amena como a noite e o rio, reconfortante e excitante em simultâneo, pela novidade das emoções depois de tantos anos de corrida, que é simplesmente partilhar algo tão intenso e gratificante como a corrida, como se fosse a própria vida, com alguém que amamos.

Acabámos bem com 1h14m06s para uma prova que media sensivelmente 10.800 metros.

Dão-nos chá quente e doce e bolo rei.

Obrigada Vila Nova de Gaia por me receberes tão bem e me dares o que eu preciso.

Amanhã... S. Silvestre do Porto, por minha conta e risco.

6 comentários:

JOSÉ LOPES disse...

Olá Ana

Parabéns

Objectivo principal: PARTICIPAR
Objectivo secundário: DESFRUTAR

Continuação de muitas corridas

Com os cumps
J.Lopes

Jorge Branco disse...

Boa noite.
Não tive o prazer de participar nessa prova mas li no Correr Por Prazer um artigo do Vítor Dias que faz uma análise totalmente diferente da prova.
As diferenças são tão grandes que até tive que ir verificar novamente se era a mesma prova.
Também não tenho o prazer de a conhecer a si nem ao Vítor Dias.
Enfim esta contradição na análise de uma prova só vem comprovar o quanto é contraditório e tem de pessoal as opiniões sobre as provas.
Quem ler apenas o seu blogue fica com vontade de ir a essa prova num futuro e quem se baseia na opinião do Victor Dias nem pensa em lá ir.
Eu prefiro analisar a provas pessoalmente ou seja ver para crer como São Tomé.
Eu tento fazer sempre critica positiva das provas porque os meus quase 30 anos de ligação a corrida quer como corredor quer como modesto ajudante na organização de provas me dão a experiencia de saber o quanto é complicado a organização das mesmas.
Aproveito para lhe desejar um bom ano e felicita-la pelo seu blogue que muito prezo.

ArtuRodrigues disse...

OLA ANA
PARABENS PELAS PARTICIPAÇOES EM GAIA E NO PORTO,ADOREI PUDER FELICITADA EM GAIA,O MESMO NAO O FIZ NO PORTO,POR NAO TER A CERTEZA,DESCULPE,UM DIA IREI TER O PRAZER DE A COMPRIMENTAR PESSOALMENTE,ACREDITE QUE SERA UM PRAZER.
UM BOM ANO DE CORRIDAS E DE TUDO QUE DESEJAR.
´BJS ArtuRodrigues

joaquim adelino disse...

Quando corremos em boa companhia ás vezes desejamos que as corridas não acabem, sejam elas quai forem.
Boa corrida no Porto.
Um beijinho do Pára.

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Obrigada a todos pela visita e pelos comentários

José Lopes: não sei bem qual é o objectivo principal no meu caso, se calhar é mesmo Participar para Desfrutar.

Um beijinho e boas corridas tb. para si

Jorge Branco: Vou ler de seguida o que diz o Victor, mas de facto os "Bloggers" (onde eu me incluo) por mais analisadores de provas que pretendam ser ou aspirem a ser, não passam de testemunhas vivas das corridas, com a sua vivência, percepção e análise. Logo a visão e vivência de uns pode ser perfeitamente oposta a de outro: se eu tive água digo que os abastecimentos estavam ok, se não tive, atiro-me ao ar!

Por mais isentos que pretendamos ser, a visão pessoal é sempre isso mesmo...pessoal.

Acho que o melhor mesmo é sempre irmos nós ver para fazermos a nossa analise. As opiniões dos outros (onde a minha se inclui obviamente) vale o que vale.

Um beijinho e vá até Gaia para o ano, não se vai arrepender, em minha opinião, é claro.


Artur Rodrigues:pois é verdade que ouvi algumas vozes a felicitar-me e incentivar-me, mas não reconheci ninguém... Para a próxima, faça o favor de se apresentar. Será um prazer


Amigo Adelino: e o Porto já foi também! Com a minha própria companhia, e foi igualmente bom!

Beijinhos e voltem sempre

Ana Pereira

JP disse...

Bom 2010, Ana. Tudo de bom.