Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 21 de maio de 2007

A META e A NOVA PARTIDA

O Blog
Nasceu
Respondeu a Necessidades e Interesses
Dando e buscando Prazer
Houve Desafios
Mas também
Crescimento
Evolução
Estádios ultrapassados


Um ano passou
Cresci

Hoje as necessidades, interesses, prazeres e desafios são outros. Bem diferentes, e alguns mais difíceis e longos que uma maratona ou outra corrida qualquer.

Hoje já não preciso nem quero nem posso vir aqui dizer que corri 2 horas ou 30 minutos apenas. Que me senti cansada ou forte. Que engordei ou emagreci 500 gramas. Que ri ou chorei. Com amigos ou sozinha.


Perdeu o interesse...

O copo com veneno
Afinal quem bebeu
Fui eu…


E o blog... morreu.


E eu agora…


"Vou viver
até quando eu não sei
que me importa o que serei
quero é viver


Amanhã, espero sempre um amanhã
e acredito que será
mais um prazer


e a vida é sempre uma curiosidade
que me desperta com a idade
interessa-me o que está para vir

a vida em mim é sempre uma certeza
que nasce da minha riqueza
do meu prazer em descobrir


encontrar, renovar, vou fugir ou repetir


vou viver, até quando, eu não sei
que me importa o que serei
quero é viver .../..."


António Variações



Agradeço a todos que me "acompanharam" e tiveram muitas vezes palavras amigas de incentivo e apoio.

Adeus a todos e talvez até um dia destes num sítio qualquer...

Maria Sem Frio Nem Casa

6 comentários:

Tsicas disse...

Claro que vais voltar...a escrever , a preocupar-te com as 500 grs a +/-, com as corridas e tudo o resto...
Talvez te apeteçam os miminhos dos que aqui escrevem , embora eles também já se vão apercebendo dos teus altos e baixos e já talvez não fiquem tão "assustados", com estes teus "abandonos de cena".

Agora Anuska vive, vive, porque como eu te tenho dito muitas vezes a vida não se compadece... vai passando.. sempre...tempo vivido é tempo que não volta por isso temos a obrigação de o tentarmos viver da melhor forma possível...
" até quando não sabemos o que importa...É VIVER...

bjs - Tsicas (este diminuitivo era o que alguém que já não vive me chamava)

Albano Ginja disse...

Olá Ana
Obrigado por tudo o que escrevete neste ano
Parabens,algumas paginas serviram-me de insentivo
Não demores muito volta depressa
Beijinhos Ginja

tornadocontrolado disse...

acredito que a vida é uma espiral e que em determinados momentos estamos muito próximos de estádios de vida muito afastados no tempo, temos que ter a noção que a distância no tempo difere da distância no espaço, há que aceitar as ondulações cósmicas e flutuar de acordo com os nossos meios, mesmo sabendo nadar vamo-nos afundando aqui e ali mas isso faz parte da viagem.

José Capela disse...

Ana,

Mesmo não escrevendo, vais continuar a dizer muito!

Beijinho...

Lénia disse...

Oi Ana,

Compreendo perfeitamente a tua atitude. Se deixou de ser um prazer, talvez seja tempo de fazer uma pausa.

Às vezes cansamo-nos até das próprias ideias e palavras. Parece que nos empurram sempre na mesma direcção.

Fazes bem. Vai e vive, sem pressões de gramas, treinos, e manifestações de tristeza ou felicidade.

Vai e vive!

Um beijo,
Lénia

Anónimo disse...

Olá Ana
espero que este descanso seja
rápido, já estou com saudades
da sua escrita, com peso, sem peso
é preciso é estar cá
até breve
AP