Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 11 de junho de 2015

IV Prova do Sal, Alcochete, 10 de Junho de 2015


Decorreu hoje, 10 de Junho de 2015, a IV Prova do Sal , prova da qual se pode ler o regulamento aqui, com organização do Alcochete Aktivo e apoio de várias entidades locais.

Estive lá na 1ª e 2ª edição e encantada desde o início, só por razões fortes faltei no ano passado mas este ano lá estive de novo e adorei uma vez mais.

A prova teve uma inscrição no valor de EUR 9,00 e ofereceu um percurso sem trânsito na distância de 10,720 Km que eu corri em 58m17s, tendo sido a 3ª mulher a cortar a meta, de um total de 17 e o 49º atleta de um total de 106 que chegaram à meta.

A Praia dos Moinhos em Alcochete, bem junto ao Tejo é ponto de Partida e Chegada. Está lá instalado o secretariado e a entrega de dorsais faz-se sem problemas, A Partida está marcada para as 11:30hrs certamente devido à maré pois a parte final da prova (cerca de 2 km) é feita no areal à beira rio.

Dorsal levantado e tempo para café na esplanada da praia, já bem apinhada de gente a aproveitar o Sol. Sol que hoje deu algumas tréguas e permitiu que a temperatura baixasse um pouco em relação aos últimos dias e ainda bem que assim foi senão só o horário assustava. Assustava mas não impediu de mais de uma centena de atletas comparecerem no areal para correr e muitos para participarem na Caminhada.

Lista de inscrito observada e vendo os nomes da Carla André e da Carmen Pires entre cerca de 20 atletas femininas inscritas, brinco com a situação e digo para o meu pai que 1ª e 2ª já não seria, visto aquelas meninas não me darem qualquer hipótese. Claro que isto foi uma brincadeira, longe de mim saber que me iria classificar precisamente em 3º lugar na Geral Feminina, precisamente e apenas com estas duas meninas à minha frente!

Partida dada em plena praia e só depois de cerca de 300 metros percorridos em areia seca e mole, entrámos para a zona das salinas. Agora o piso é de terra batida, ervas e palhas e pedras mas permitindo já uma boa passada e progredir no terreno. Vou bem e observo o que me rodeia: salinas e as aves. As maravilhosas aves! Emitindo sons, caminhando com as patas dentro de água ou esvoaçando sobre as águas serenas. Adorei. Os passos elegantes dos pernilongos. Elegantes e cómicos ao mesmo tempo. Assim os vejo. Belos! O reflexo sobre a água serena dando a ilusão de umas pernas ainda mais longas.Tantas outras aves que desconheço, mas belas, todas belas a enriquecer a paisagem. Gostei. Muito. Demos umas boas voltas pelas salinas, ora com uma brisa agradável ora sob um Sol escaldante em zonas mais abrigadas do vento. Abastecimento: garrafa de água que levo comigo bebericando até ao próximo abastecimento, debaixo da Ponte Vasco da Gama, em copo de água degustada a correr na breve sombra e seguimos. Quando reentrámos na praia, informam-me que sou a 3ª mulher. Não quero acreditar, mas...se sim...então o melhor é não me descuidar. Deixo um amigo que vinha comigo há algum tempo sempre a avisar que tínhamos que nos conter, que no regresso, pela areia da praia tudo seria mais duro. E mal piso o areal agora molhado de areia quase dura, quero lá saber da dureza e da areia. Dou corda aos sapatos e avanço pelo areal fora à velocidade que consigo. Vamos amigo! Mas ele não vai e eu sigo sozinha. Novo abastecimento em copo de água que aceito mas no qual dou apenas um golo e sigo para não perder tempo. Sigo eufórica para a meta e só penso como o meu pai se vai surpreender ao ver-me chegar em 3ª, se, e nunca esqueci o se, se fosse mesmo verdade e se ninguém me passasse até lá! Ainda avisto uma atleta à minha frente (talvez a uns 200 m) mas não, não a consigo alcançar. Fico contente por conseguir manter o meu ritmo. Passo ainda 2 ou 3 atletas masculinos nestes 2 últimos kms e sou passada por um, que vinha a dar-lhe mais forte que eu! 

O gps marca já 10 km e a meta não se avista. Mau! Tinha isto programado para 10! Onde está a meta? Vou em sofrimento mas aguento! Oh se aguento! Há muita gente na praia, chapéus de sol, crianças, bolas, cães... Avisto o 1º moinho e logo de seguida o 2º onde sei que estará a meta. Vou em esforço mas com força! Por fim a Meta onde me acenam pois a tendência é seguir a margem do rio. Retomo a areia seca e mole em direcção à meta e corto-a cansada mas feliz! Temos água, laranjas e bananas à descrição. Muito bom!

Confirma-se que sou a 3ª da geral feminina! Estou eufórica, nas nuvens, especialmente por saber que a 2ª foi a Carla André e a 1ª a Carmen Pires, duas atletas que tanto admiro, considero e estimo. Partilhar um pódio com elas foi uma experiência magnífica, estupenda, verdadeiramente fantástica, daquelas que nunca pensei viver. Resta-me pensar que não estariam lá mais mulheres nenhumas, mas estavam. 17 para ser exacta. Sinto-me muito feliz. 

Os prémios de presença são a t-shirt, sal e outros pequenos brindes. 

Prémio por classificação: flor de sal e caixa de plástico para guardar alimentos. Curiosa e surpreendentemente este prémio foi igual para todos os que subiram ao pódio, independentemente da posição. 

Depois houve ainda mais sal! Precisamente 25 kg de sal para equipas premiadas. Sal, muito sal, esta prova tem mesmo muito sal, como o que apura o sabor da vida e extrai dela todas as essências, potenciando-as ao máximo.

Eu...adorei como das duas participações anteriores. Poucos participantes, pouca divulgação antes, mas talvez não haja ou não se queira que haja condições para mais. Não há cronometragem oficial nem vi qualquer controlo. Vi sim, muitos elementos da organização e/ou voluntários a indicar o caminho, nos abastecimentos, a fotografar-nos, a incentivar-nos, a recolher garrafas e copos de plástico. 

Não houve policiamento nem a sua necessidade uma vez que o percurso não interfere com qualquer estrada ou trânsito, o que nos poderia sugeri um valor de inscrição mais baixo. 

A entrega de prémios foi relativamente rápida e as classificações saíram com brevidade no blogue da prova 

Na página  de facebook da organização Alcochete Aktivo reunem-se várias informações sobre a prova, como fotos, comentários, relatos, etc.

Só para resumir: eu adorei! Se penso voltar? Claro que sim!

Ana Pereira
A prova em imagens:
Chegámos cedo ao local, e que fazer? Tirar fotos pois claro!
 O secretariado:

Agora já é tempo de aquecer um pouco os músculos:
 Partida dada:



 Já pelas salinas:





A foto seguinte, também esta por Fernando Almeida, quem já esteve na organização deste evento e hoje foi "apenas" repórter fotográfico, guardando imagens de atletas, momentos perpetuados para além da memória de cada um, que eu muito agradeço, é a minha preferida desta prova! E a sua descrição desta foto que adoro (apesar dos esgares reveladores de pensamentos e emoções secretos e guardadas em mim, é a seguinte:

"...a coragem, determinação e prazer de uma atleta destemida que
consegue absorver todas as energias positivas que o meio que a rodeia
transmite. Só assim se tira prazer da corrida..."

  Fernando Almeida

Obrigada Fernando Almeida e sim, é mesmo isso! Saliento apenas que o (aparentemente) "destemida" é o reflexo e fruto de muitas lutas e batalhas pessoais, diárias, vencidas passo a passo, materializadas em cada Corrida que faço! Como tantos de nós afinal! 


 Com a Carla André:

E agora ainda com a Carla André, a Carmen Pires e sua filhota:


O pódio com duas meninas que muito admiro, considero e estimo: Carla André (2ª) e Carmen Pires (1ª). Partilhar o pódio com elas foi absolutamente espectacular! Senti-me muitíssimo honrada e muito orgulhosa! (apesar de saber que a concorrência não era muita, mas amigos, temos pena, só conta quem lá está :) e o 3º lugar da geral feminina foi meu com todo o mérito, esforço e entrega!













Aqui o meu pai com um membro da organização: António Albano

Os prémios, para além da t-shirt que levei ao pódio:

Classificações no blog da prova, aqui

Fotos da IV Prova do Sal:

Pela Organização, aqui (nas Salinas)  e
também aqui (na Praia) e 
ainda aqui (zona dos cristalizadores)

De Viana Nuno, aqui

Pela AMMA, Atletismo Magazine Modalidade Amadoras, aqui - fotos de António Melro Pereira, meu pai que sempre me acompanha:




10 comentários:

Fernando disse...

Muitos parabéns Ana, tu mereces.

Associação Alcochete Aktivo disse...

Obrigado Ana. Um dia tb fui atleta e sei bem o valor destas palavras....António Albano

JoaoLima disse...

Muitos parabéns Ana pelo espectacular pódio à geral e composto por 3 grandes atletas!

Beijinhos :)

Anónimo disse...

Muitos parabéns Ana, mais que o pódio a evidente satisfação que tiveste com as senhoras que te acompanharam.
Beijinhos cá de casa.
A.Almeida

Luis Estêvão disse...

Parabéns pelo pódio! Um 3º lugar é sempre honroso e fizeste uma boa prova!

Vi as fotos e lembro-me de te ver lá... com o lenço na cabeça!

No teu post deste-me uma informação preciosa... a prova tem mais 700 metros que o anunciado?! Maravilha, ainda fico mais contente com a minha prestação!

Bjs!

Anónimo disse...

Ana,

O pódio está muito bem composto! Que belo "jarro de flores". Ficas muito bem junto das tuas "adversárias" de corrida e amigas. Parabéns!
Continuação de bons treinos e bons resultados nas provas.

Bjs.
Fernando Sousa

Carlos Cardoso disse...

Muitos parabéns Ana.... um pódio de luxo é o que é :)
Beijinhos

Sérgio Pontes disse...

Muitos parabéns!!

j. Costa disse...

Parabéns !!Em grande forma rumo á maratona do Porto.bj

Horticasa hoticasa disse...

Gosto de te ver de volta às corridas, aos trilhos e ao pódio!
A rapariga está em forma.
Parabéns, beijinho