Pesquisar neste blogue

sábado, 31 de janeiro de 2015

Dia de Aniversário

Todos os dias são dias de aniversário. De qualquer coisa. De uma pessoa. De um acontecimento. Alegre ou triste ou mesmo qualquer um desprovido de significado ou valor. O certo é que cada dia que passa assinala muitos outros já passados e vividos. Muitas vivências e muitas emoções. Comemora-se. Festeja-se.


Calhou-me a mim, ter nascido (na realidade não nasci espontaneamente, houve um parto provocado) a 24 de Janeiro de 1969. Comemora-se assim o dia do meu nascimento todos os dias 24 de Janeiro de cada ano. Pretexto para comemorar a Vida, apenas, pois se não os fizermos diferentes, os dias são quase todos iguais. Toma-me de assalto o poder de escolher. De decidir. De querer e de agir. E se muito nos escapa nesta vida, absolutamente indiferente à nossa vontade ou desejos, muito mais está completa e unicamente nas nossas mãos. Cada vez acredito mais nisto e tento-o provar todos os dias.


Assim, escolhi fazer do dia 24 de Janeiro de 2015, 46 anos passados da data em vim ao mundo, um dia feliz. Rodeei-me de amigos, da família e pelo meio, como cereja no tipo do bolo: UHF na Fnac do Colombo. Cara a cara com os músicos, pela proximidade do palco do público, deliciou-me ao som das guitarras, da bateria, das  teclas, das vozes, envolta na melodia, embebida no encanto e não paro de sorrir feliz. 

E ouvir o ídolo da nossa juventude dar-nos os parabéns em cima de um palco para uma Fnac cheia de gente, fez-nos sorrir ainda mais. 

24 de Janeiro de 2015. Um dia feliz.

Foi assim o dia dos meus anos.











Depois, ou antes, ou e ainda...continuo sem correr. Sem correr, sem correr, sem correr, sem, sem, sem, sem...

Um tendão de aquiles cheio de mazelas que se deixaram evoluir e desenvolver durante vários meses (sempre a piorar claro...poucas coisas se tratam sozinhas) não se trata agora com meia dúzia de sessões de fisioterapia.

Há que ter calma. Fazer tudo o que está ao meu alcance e aceitar o que não está nem posso mudar. E por agora, não posso correr ainda. Mas lá chegaremos! Haja optimismo. E Música entretanto! E amigos e sorrisos e outras coisas mais! 

Até breve querido diário

10 comentários:

JoaoLima disse...

Os meus parabéns atrasados e o desejo de rápida recuperação.
A Maria faz falta às corridas! (e as corridas à Maria...)

Beijinhos :)

Jorge Branco disse...

"Piquena" o ano passado só fiz duas provas e por isso tive de ser muito selectivo e assim fiz uma contigo e outra com o João Lima (claro que ambos correram a meio gás ou nunca mais os via..). Quero repetir a dose de correr uma prova contigo!
Não de falo em rápidas melhoras mas numa recuperação calma e muito consolidada que com o tendão de Aquiles não se brinca!
Beijinhos

Carlos Cardoso disse...

Os meus parabéns atrasados e vê lá se te pões boa pq este ano tens uma Maratona a corre no Porto...desta vez não escapas ;)
Beijinhos e que gozes muitos e bons

Sandra disse...

Querida Ana, parabéns! É um privilégio seguir as tuas publicações, ler os teus desabafos e a partilha dos teus sentimentos, que sempre me emocionam. É um privilégio também já ter tido ocasiões de te encontrar ao vivo e com todas as cores em algumas provas. És uma miúda aberta, verdadeira, franca. Admiro pessoas assim, e gosto muito de ti. Fico triste por saber-te novamente lesionada. Também eu ando para aqui a refilar com uma possível fascite plantar (digo possivel, porque não foi diagnosticada por nenhum especialista, apenas pelas minhas constantes pesquisas na net e observação dos sintomas in locco!!!) enfim, elas não matam mas vão moendo, temos de parar uns dias, mas como dizes, o importante é manter o clima positivo, e assim tudo á nossa volta se move para nosso bem, com muita energia boa. Agora... Aninha: este ano estou inscrita na Maratona do Porto! Por favor, é desta vez, que estou a contar contigo para tudo, como não tenho podido fazer antes. E estou contigo para a tal cena do autocarro, e com a tua companhia e camaradagem em viagem, e quero encontar-te e partirmos juntas para esses 42 km! Anda lá com esse Aquiles para afrente de combate, e despacha-me essa batalha depressa, ouviste?????? beijinhos

j. Costa disse...

Parabéns Ana afinal somos quase da mesma idade eu sou de 68 .Foi mesmo um dia em cheio e logo ter a simpática companhia do António Manuel ribeiro que eu tanto aprecio.As melhoras.

Horticasa hoticasa disse...

Então parabéns minha querida, vai em frente, faz o que te da prazer... a corrida? hé-de voltar, beijinho

Corre como uma menina disse...

Muitos parabéns, Ana! A corrida há-de voltar à tua vida. Entretanto, a família, os amigos, a música... tudo motivos para sorrir.
Beijinhos!

João Correia disse...

Parabéns, MAria....venham mais 46!

Algures no Oeste disse...

Mas que belo dia de aniversário.
Aqui ficam os meus parabéns atrasados (desculpa...).
Um grande beijinho.

Sérgio Pontes disse...

Já venho atrasado, mas muitos parabéns!