Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Uma espécie de treino e...

Uma espécie de treino e... a receita da Fillipa

- Fiz 9750 metros e demorei 57m55s - ela
- Nada mau... - ele
- Mas foi um treino de... bicicleta... - ela, quase envergonhada
- Oh pá, mas isso... andaste com a bicicleta às costas ou quê?!
- Não... é que ando ainda a aprender... - ela
- Ah... - ele

O "treino" foi uma brincadeira. Melhor que nada. Levantar o cu do sofá e apanhar ar ao mesmo tempo que me mexo e divirto. Aprender a andar de bicicleta na idade adulta, praticar pouco e chegar aos 41 anos e decidir andar melhor... das duas uma: ou é uma idiotice ou uma boa ideia. Opto pela segunda e prometo a mim mesma que hei-de chegar ao fim deste Verão a andar quase como uma pessoa normal que saiba andar de bicicleta.

Passo a explicar que se demorei tanto para pedalar tão pouco, para além de andar devagar, foi principalmente devido à minha luta constante em prol do equilíbrio, e das várias paragens forçadas com consequentes e numerosas nódoas negras nos membros inferiores, e dificuldades a subir e dificuldades a descer e dificuldades no plano. Enfim, foi um treino de dificuldades, que quero repetir vezes sem conta até reduzir as dificuldades e as nódoas negras e já agora aumentar os metros percorridos no mesmo tempo, ou seja, diminuir a lentidão com que me desloco. "Treino" que adorei e me fez muito bem, e que quero repetir, repetir, repetir...

Se gastei muitas calorias ou não, não sei nem me interessa por aí além, pois tenho a certeza que gastei bem mais do que se tivesse optado por ficar em casa, e como sem comer não se vive, e eu afinal gosto de viver e de comer (e de cozinhar) segui a sugestão da nutricionista Filipa Vicente, considerei a minha brincadeira de duas rodas, uma espécie de treino, senti que merecia comer bem, e em boa companhia, preparei e tive o prazer de degustar uma receita nova: Massa al Vongole, receita que muito apreciei e que recomendo. Devia era treinar mais, isso sim. Prometo que... sim, vou treinar mais (fácil, quando alguma coisa é sempre mais que nada, que é o que eu tenho feito).

O resultado da receita:


O resultado do acompanhamento da receita:


Até à próxima querido diário. Próximo treino? É quando? .... ?? A pé ou a cavalo?

11 comentários:

Anónimo disse...

olá Ana
parabéns: se há algo eplêndido é fazer exercício num cenário tão lindo e conseguir variar. sabe sempre bem.
e a bicicleta é um excelente meio para mexermos outros grupos musculares, nos divertirmos e andarmos "aeróbicos". :)
força nesses treinos e nesses objectivos.
Bjinho
até breve
AB - Tartaruga

CVR disse...

Agora sim... Mais dia, menos dia, lá teremos a Ana a participar em Duatlos e Triatlos.

De qualquer forma agradeço a informação dos treinos pois para salvaguarda da minha integridade física evitarei passar no local.

Beijinhos

Anónimo disse...

Olá Ana,

Já vi que estás a mudar...mas só te digo uma coisa, pessoalmente, e posso estar enganado, a bicicleta não tem o mesmo efeito que a corrida mesmo que seja efectuada em ritmo lento. Que influências externas estás a ter? Se queres perder peso não vai ser andando de bicicleta 1h. Tens de o fazer 2 ou 3 horas para ter o mesmo efeito que uma corrida de 1h. Bem, tu é que sabes e também acho que não precisas de andar de bicicleta para mexeres outros grupos musculares...pois julgo que eles andam bem mexidos né?

FS - O Cágado

Anónimo disse...

Ola Ana

O teu relato vem comprovar aquela velha máxima "se beber não conduza" mas... tudo depende da prática!
Lamento as nódoas negras - as melhoras, recomendo Halibut :)

beijo
lobi

António Almeida disse...

Olá Ana
espécie de treino mas...o peso começa a baixar, se é que isso importa, calculo que sim.
Com ou sem treinos espero rever-te no atlântico, até lá.
Beijos.

Mité disse...

Amigona

Adorei a tua convicção ao dizeres
que gostas de cozinhar, nunca esperei ler tal coisa vindo da tua escrita , porque por voz ainda não ouvi tal mas vais ter que me dizer!! Quero ouvir!!!
Fico feliz por estares a aprender a andar de bicicleta pois é óptimo
fazê-lo...
Isso prova que não há idade para a aprendizagem, para sermos melhores e mais felizes.

Continua amiga, luta pelo ser feliz
e que se lixem as nódoas negras, e,
a propósito quando é que me convidas para almoçar/jantar ???

Podia dizer que estou a brincar era mais educada mas menos sincera
:0) :0) !!!

Beijocas boas

Dani disse...

Oi Ana, legal que está aprendendo a andar de bicicleta. Sabe que eu sou péssima, mas aos poucos fui perdendo o medo e hj já estou bem melhor.
Bjos,
Dani
http://correndoemagrecendo.blogspot.com/

João Correia disse...

Olá, Ana. Agradeço a tua visita ao meu blog e, especialmente, as palavras carinhosas lá deixadas. E devo dizer-te que tens uns seguidores com bastante sentido de humor, o que nos dias que correm (isto anda tudo tão cinzento) são um extra.
Olha, acho que fazes muito bem em andar de bicicleta, porque foi assim que eu perdi no espaço de 9 meses grande parte dos 26 kgs que não tenho hoje. E um dia destes estou a ver-te a "chicotear" a bike para um destes duatlos que por aí há.
Se estiveres afim, permite-me um conselho: experimenta um duatlo de promoção.

Beijinhos.

joaquim adelino disse...

Gostava de ter assistido, a pista é bem larga mas se calhar nem deu pra fazer um 8, pois não?
Com o tempo vai e o que faz falta é mexer, seja lá com o que for.
Um beijinho.

Vitor Veloso disse...

Olá Ana,
Espero que esteja a correr bem com aprendizagem em andar de bicicleta. Preciso ter vontade e imaginação para fazer desporto, força.
Gosto muito de andar de bicicleta mas tenho uma má simultaneidade!!
Já vi que vai participar no GP Atlântico, eu também vou. Se, se não adormecer...hihiihihihi
Bjs das meninas.
Bjs
Vitor Veloso

Isilda disse...

"Devia era treinar mais, isso sim. Prometo que... sim, vou treinar mais (fácil, quando alguma coisa é sempre mais que nada, que é o que eu tenho feito)."
Porque esta frase depois de teres degustado um belo prato?
Parece que ficaste com sentimento de culpa de teres comido! Oh Ana.... Oh Ana................ Não faças isso. Posso terpercebido mal, também. Mas comer é um dos parzeres da Vida e como tudo tem que ser q.b. Os exageros ou diminuições NUNCA levam a NADA. Vá lá... pensa no belo e saboroso manjar que apreciaste.
Ah e já agora eu que sou a preguiçosa penso e sei que qualquer exercício faz bem e é sempre melhor que não fazer nenhum!!!!!!! Não interessa se emagreçe ou não. O importante é fazer bem à saúde. E ponto final. Jokinhas da IP